Os movimentos de luta pela terra devem lutar pelo Fora Bolsonaro
forabolsonazi-1
Os movimentos de luta pela terra devem lutar pelo Fora Bolsonaro
forabolsonazi-1

As últimas mobilizações contra os cortes na educação mostraram que há uma disposição de luta dos trabalhadores e estudantes contra o governo ilegítimo de Bolsonaro e com a palavra de ordem “Fora Bolsonaro” sendo colocada em todos os atos pelo país, juntamente com faixas, adesivos e cartazes.

Mesmo com essas grandes mobilizações contra o governo, setores da esquerda pequeno-burguesa ainda estão se opondo a palavra-de-ordem Fora Bolsonaro e a colocar em prática um plano de lutas para derrotar o governo e colocar todos os golpistas para correr.

Nos movimentos de luta pela terra, como os indígenas e os sem-terra, essa situação não é diferente. Diversas lideranças ainda se opõe ao Fora Bolsonaro.

Os movimentos de luta pela terra deveriam ser os primeiros a levantar essa palavra de ordem, pois é onde Bolsonaro está colocando um plano de ataques a direitos conquistados, representações desses movimentos e formando estimulando milícias para atuar da maneira que quiserem no campo. E o governo Bolsonaro deu todas as justificativas possíveis e imagináveis: declarar ocupações de terra como terrorismo, armamento dos latifundiários, corte no financiamento agrícola, revisão de terras indígenas e quilombolas, e uma lista interminável de ações em favor de latifundiários e da mineração.

Bolsonaro foi colocado na presidência através de eleições fraudadas para passar por cima desses movimentos como um trator e entregar suas terras aos latifundiários e aos países imperialistas.

A onda de manifestações agravou ainda mais a crise dentro do governo Bolsonaro e deixou o governo mais frágil. Portanto, não podemos perder o momento extremamente favorável para derrubá-lo: grande mobilização onde pedindo o Fora Bolsonaro e governo em crise.

Caso o governo e a extrema direita consiga reverter esse cenário, a resposta aos movimentos sem-terra, indígena e quilombola pode ser desastrosa. Por isso, os movimentos de luta pela terra, principalmente o MST e indígenas devem se colocar pelo Fora Bolsonaro e todos os golpistas, eleições gerais e pela liberdade para Lula.