Os comitês devem agrupar todos que querem lutar contra a direita, contra o fascismo, contra o golpe

A situação política coloca a necessidade, cada vez mais urgente, de se formar comitês de luta contra o golpe de Estado, pela liberdade de Lula, e isso se deve a um fator muito simples. É preciso haver uma organização, com o pessoal consciente do que está acontecendo na situação política, que esteja dispostos a lutar contra o golpe de Estado.

É o que tem sido feito pelos comitês de luta existentes, que precisam ser ampliados para que os golpistas, finalmente, possam ter alguma preocupação com o movimento que existe contra a direita, contra o golpe. 

São organizações que, no último período, colocaram em prática uma luta intensa contra o golpe, colando cartazes contra a prisão de Lula, contra os efeitos e os ataques dos golpistas. Milhares de panfletos foram distribuídos, debates organizados, enfim, tudo que representou a política apresentada pelos trabalhadores, em São Bernardo (SP), quando tentaram lutar contra a prisão do ex-presidente, às últimas consequências. 

Essa política precisa ser aprofundada. Mais e mais comitês precisam ser criados, para que, finalmente, a campanha contra o golpe ganhe um caráter massivo e possa colocar obstáculos reais aos desmandos dos golpistas. Não fique de fora dessa campanha, participe da luta contra o golpe de Estado, organize um comitê