Eleições 2020
Entrevistamos o jovem negro, carteiro, candidato PCO na segunda maior cidade da Bahia
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
orlando
Orlando Andrade | Foto: TVE

Orlando Andrade é militante do Partido da Causa Operária (PCO), carteiro e sindicalista dos Correios, atuando na oposição através da Corrente Ecetistas em Luta, que faz parte da Corrente Sindical Nacional do PCO.

Candidato a prefeito da segunda maior cidade da Bahia, Feira de Santana, já concedeu entrevista à Causa Operária TV nessas eleições (vídeo no final da entrevista), bem como a diversos veículos de comunicação da cidade. Embora tenha sido censurado por parte da imprensa burguesa e também perseguido pelo judiciário (como muitos candidatos do PCO), mantém firme a campanha do Partido no importante município baiano.

“A campanha tem sido caracterizada por uma intensa atividade de mobilização, mas assim como diversas outras candidaturas do PCO nestas eleições, estamos tendo que lidar com a perseguição promovida pela justiça eleitoral, uma vez que tivemos todas as candidaturas em Feira de Santana indeferidas”, diz neste entrevista exclusiva para o Diário Causa Operária.

O companheiro também é militante do Coletivo João Cândido, o coletivo de negros da Causa Operária. Como representante do Partido nessas eleições municipais, apresenta o programa revolucionário para a população em geral, os trabalhadores e os negros, os setores mais oprimidos e explorados da sociedade capitalistas em um país atrasado como o Brasil.

“A população tem nos aceitado de braços abertos, isto é um reflexo de nosso crescimento e demostra que estamos fortalecendo pelo acerto de nossa política”, afirma.

Confira a entrevista, na íntegra:

Fale um pouco sobre sua trajetória política

Comecei minha militância política, na luta sindical nos Correios, me aproximei das posições políticas do PCO na categoria, ingressei na corrente Ecetistas em Luta, corrente sindical do PCO na categoria dos trabalhadores dos Correios, isso em 2013, quando participei das greves e nas mobilizações dos trabalhadores. Posteriormente, passei atuar no Coletivo de Negros João Cândido, também do Partido da Causa Operária. Fui candidato ao governo do Estado da Bahia em 2018, pelo PCO.

Como está sendo sua campanha em Feira de Santana pelo PCO?

A campanha tem sido caracterizada por uma intensa atividade de mobilização, mas assim como diversas outras candidaturas do PCO nestas eleições, estamos tendo que lidar com a perseguição promovida pela justiça eleitoral, uma vez que tivemos todas as candidaturas em Feira de Santana indeferidas.  Estes ataques contra as candidaturas do Partido da Causa Operária, é reflexo do crescimento do partido nacionalmente, aqui em Feira de Santana não é diferente, por isso indeferiram nossa candidatura. A grande imprensa se aproveita desta situação para boicotar nossa candidatura, porém, em contrapartida, a nossa campanha é bem aceita nas ruas, nos bairros a população se identifica com as nossas propostas, com o nosso programa, principalmente quando defendemos o fora Bolsonaro e Lula candidato. Isso evidencia que o Partido da Causa Operária está no caminho certo, com um programa realmente popular  que vai de encontro ao interesse da grande maioria da população.

Quais os principais pontos destacados do programa do Partido da Causa Operária?

O nosso eixo de luta é o Fora Bolsonaro, que não é fomentado somente para a campanha eleitoral, mas para o ano inteiro. Continuaremos  depois da eleição com essa luta. Além disso, um outro ponto chave é  a mobilização pelos direitos políticos democráticos ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Defendemos ainda as principais reivindicações populares, como Salário, Emprego e Terra, bem como a necessidade da organização popular,  através de  conselhos de bairros e nos locais de trabalho e estudo.

Como a população está recebendo a campanha do PCO em Feira de Santana?

A população tem nos aceitado de braços abertos, isto é um reflexo de nosso crescimento e demostra que estamos fortalecendo pelo acerto de nossa política.  Nossa campanha tem tido um importante impacto na cidade, as pessoas vêm buscar o panfleto, vêm pegar o material, querem conhecer o partido, querem saber como é nossa atuação, e neste sentido, nós estamos felizes pois estamos sentindo que estamos cumprindo nosso papel que é defender um programa revolucionário e mostrar o caráter limitado das eleições.

Assista à entrevista de Orlando Andrade concedida à Causa Operária TV:

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas