Órgão de assassinos: PM mata locutor negro por estar em posse da própria moto

radio

Da redação – O locutor da Rádio Cultura FM, Milton Expedito do Nascimento, foi brutalmente assassinado pela Polícia Militar, em Sorocaba (SP).

Na tarde de domingo (23), o locutor foi confundido com um assaltante quando estava em posse da própria moto e levou dois tiros no abdômen disparados pela Polícia Militar.

Milton era negro e por isso foi “confundido”; para PM, todo negro é um inimigo. A polícia militar é um órgão assassino e são treinados para exterminar a população pobre e negra brasileiras.

O locutor negro havia acionado a polícia por conta do roubo de sua moto. No Boletim de ocorrêcia, Milton disse que a moto foi roubada em frente à rádio onde trabalhava por dois homens armados.

Entretanto, rastreando pelo celular, Milton viu que a moto estava em bairro próximo e foi buscá-la.

Passando com a moto a viatura da Polícia avistou a moto e foi atrás do locutor. A polícia, entretanto, sem para o condutor da moto e perguntar, que seria a medida normal, atirou contra ele com dois disparos na barriga.

A polícia ainda justifica que o motorista teria acelerado e colocado a mão na cintura, o que seria uma forma de “reação” à polícia.

A verdade entretanto, é que a polícia brasileira funciona assim. De forma totalmente arbitrária. São treinados para a matar a população brasileira. E por isso precisa ser dissolvida.