Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

A esquerda pequeno-burguesa, um setor por confusão e outro por adaptação ao imperialismo, não está dando a devida atenção ao problema na Venezuela. O imperialismo ameaça uma intervenção militar no País para derrubar o governo nacionalista de Nicolás Maduro, inclusive usando o governo golpista do Brasil.

Caso as ameaças se concretizem, uma ação contra a Venezuela seria uma nova etapa na política golpista promovida pelo imperialismo na América Latina, que já promoveu os golpes de Estado no Brasil, Paraguai, Honduras e golpes eleitorais na Argentina, Chile e Equador, apenas para citar alguns casos. A Venezuela resiste ao golpe e o imperialismo tem dificuldades em promover uma direita que seja capaz de se opor ao regime chavista e é isso o que faz a necessidade de uma ação militar.

Uma intervenção do imperialismo necessariamente envolveria os países vizinhos, em primeiro lugar o governo golpista brasileiro e o tradicional enclave imperialista na região: a Colômbia. A situação tende a uma desestabilização geral no continente.

Enquanto isso, a esquerda pequeno-burguesa, que não consegue reagir à altura diante do aprofundamento do golpe no Brasil, também não entende o perigo de uma intervenção militar imperialista na Venezuela, por isso a reação é muito tímida. Isso sem contar o setor minoritário da esquerda pequeno-burguesa, como é o caso dos morenistas do PSTU e de correntes do PSOL como a CST de Babá e o MES de Luciana Genro, que se colocam favoráveis à queda de Maduro, se aliando vergonhosamente ao imperialismo que prepara uma invasão militar no País vizinho.

Diante de uma caso dessa gravidade, é tarefa essencial da esquerda organizar manifestações e uma ampla campanha de denúncia contra a agressão imperialista à Venezuela. Mais ainda, é preciso organizar a luta contra o golpe no Brasil e seus efeitos, contra a prisão de Lula, relacionando com a intervenção imperialista na Venezuela.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas