Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

A caravana de Lula no sul do país, no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná demonstrou para os militantes do PT e para esquerda em geral que a direita está desesperada diante da crise do golpe e do fortalecimento de Lula e do PT.

Diante do crescimento do apoio de Lula contra os golpistas, contra operação golpista da “Lava Jato” e toda farsa do processo do Triplex, a direita está sendo levada a tentar impedir a mobilização de massas na rua.

Organizações de direita, como o MBL (Movimento Brasil Livre), Vem pra rua, Revoltados on line, entre outros estão sendo financiados para formarem grupos armados para atacar as mobilizações da caravana e da esquerda.

Querem impor na força o golpe, a prisão de Lula, assustar a militância da esquerda, como fizeram com o padre apoiador de Lula em Santa Catarina, que para impedir a agressão da direita sobre a caravana de Lula foi atropelado por uma moto dirigida por um fascista.

Diante da ousadia da direita é urgente a formação de comitês de autodefesa no meio da esquerda; os militantes do PT tem que entender que não enfrentar a direita nas ruas levará os animais da direita se assanhar cada vez mais para atacar as manifestações populares.

As ruas sempre foram da esquerda, a direita quer impedir o que está latente na situação política, ou seja, a população brasileira sair às ruas para defender Lula e lutar contra o golpe.

Já ficou comprovado nos dois anos de golpe, a partir do impeachment de Dilma Rousseff que a situação política não se resolverá nos acordos feitos nos bastidores das instituições do regime político burguês, mas nas ruas.

Não será o parlamento, que derrubou uma presidenta eleita, que resolverá a situação, muito menos a próxima eleição totalmente controlada pelos golpistas. Também não serão os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) que apoiaram o golpe que irão colocar o país novamente em uma situação de pacto social, somente a mobilização de massas nas ruas contra o golpe pode impor a derrota dos planos imperialistas no Brasil.

Para derrotar os golpistas é preciso derrotar as organizações de estrema direita que estão sendo infladas com o dinheiro dos grandes capitalistas mundial, e o enfrentamento com a direita golpista se dará de forma física, diante disso, é urgente a organização da militância para esse enfrentamento que se dará através dos comitês de autodefesa dos trabalhadores.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas