Menu da Rede

Golpe no Equador

Organizações populares denunciam golpe contra Rafael Correa

Frente de movimentos populares rejeita a decisão antidemocrática e fraudulenta contra Rafael Correa e seu partido, que visam retirá-lo das eleições em 2021.

Tempo de Leitura: < 1

Trabalhadores do Equador denunciam nova etapa do golpe. – Foto por: reprodução

Publicidade

Nesta terça (21) um conjunto de organizações populares e movimentos progressistas da esquerda equatoriana reunidas na Frente Unidade para Vencer (FUPV) rejeitaram completamente a decisão do Conselho Nacional Eleitoral da última segunda (20) que cancelou o registro do partido de Rafael Correa, o Fuerza Compromiso Social (FCS) e o condenou a 8 anos de prisão e inelegibilidade por 25 anos (veja aqui).

O Fórum das organizações populares denunciou a pressão política feita sobre o Conselho Eleitoral pelo Governo Central, pelo Ministério Público e pela Controladoria do Estado, e a operação fraudulenta para tirar da disputa eleitoral a principal figura política e com massivo apoio popular, o ex-presidente Rafael Correa, criando acusações e que nem precisaram ser comprovadas.

As organizações também denunciam que a manobra visa retirar das eleições Rafael Correa, que tem amplo apoio popular e seu partido.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Mais Lidas
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTT

Clima de radicalização agita o Peru - O Mundo em 1 Hora (Reprise)

247 Visualizações 105 minutos Atrás

Watch Now

Send this to a friend