Guerra Direita x Bolsonaro
Ontem o juiz Humberto Martins, elogiado anteriormente por Bolsonaro, determinou que Crivella fosse para casa. Até agora ordem não se cumpriu.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, deixa a Cidade da Polícia, após ser preso na manhã desta terça-feira (22) em uma ação conjunta entre a Polícia Civil e o Ministério Público do RJ.
Crivella consegue prisão domiciliar | Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

O presidente do STJ, Humberto Martins, ordenou na noite da última terça-feira (22) a emissão do alvará de soltura do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos). Ele havia sido preso na própria terça-feira.

Porém até o momento Crivella segue aguardando o alvará. O desembargador de plantão do TJ-RJ, Joaquim Domingos de Almeida Neto, não assinou o alvará de soltura e encaminhou o documento à desembargadora Rosa Helena Penna Macedo Guita, responsável pela relatoria do processo que prendeu o prefeito.

Ao invés de soltar Crivella, a desembargadora expediu mandado de verificação, busca e apreensão para a casa de Crivella no Rio. Segundo a decisão da juíza, a medida é necessária para retirar telefone, internet, smarTV, tablets, computadores e notebooks da casa.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas