Operário sul-coreano morre prensado em máquina no interior de SP

passaporte

Nesta segunda (dia 7), um operário sul-coreano morreu prensado em um torno mecânico utilizado para produzir rolamentos, enquanto trabalhava em uma fábrica localizada no bairro Praia Grande, na região do Tietê em São Paulo.

O trabalhador, Hoon Wong, estava operando a máquina quando se desequilibrou e caiu no interior da mesma, a qual tem cerca de três metros de diâmetro. Os bombeiros e o resgate foram acionados pelos outros trabalhadores das fábricas, os quais se juntaram para abrir a máquina e agilizar os procedimentos de resgate. O operário chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

A morte do trabalhador é mais um caso dentre os inúmeros outros que há no País. Com o ataque dos golpistas aos direitos trabalhistas, fim da CLT e de todas as garantias, os casos como esse tendem a se intensificar. Vale destacar ainda que o golpe de estado está pondo abaixo as instancias de recurso dos trabalhadores, como a justiça do trabalho, ou seja, acabando com qualquer possibilidade de denúncia por parte dos trabalhadores das más condições de trabalho e da exploração.

Somente a organização dos operários nas fábricas, com a formação dos comitês de luta contra o golpe e com a mobilização contra os golpistas pode se impor uma derrota a completa exploração da classe operária imposta pelo golpe de estado.