Pandemia assola a categoria
Faleceu na tarde desta quarta, Armandinho, funcionário da manutenção e diretor do Sindicato dos Metroviários por conta da contaminação pela COVID-19.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
No centro da imagem de Camiseta Cinza.
Armandinho, muito querido pelos colegas, no Centro da imagem, de camiseta cinza. | Foto por: arquivo DCO.

Faleceu na tarde desta quarta (17) o funcionário do Metrô de São Paulo, Armando Ramos Norberto, o Armandinho, como era conhecido, vítima da COVID-19. Ele trabalhava na manutenção do PIT e era diretor do Sindicato dos Metroviários de SP.

Armandinho é o primeiro caso entre os funcionários ativos, mas já havia tido falecimento de 4 pessoas entre funcionários afastados e uma morte entre os terceirizados da companhia, no setor da limpeza, e infelizmente pode não parar por aí.

Os funcionários do metrô denunciam o descaso da empresa com as condições de trabalho, haja vista o grande fluxo de pessoas que circulam no metrô todos os dias, o que exigiriam medidas especiais de proteção dos trabalhadores.

O Metrô registrou na última segunda (15) 278 funcionários afastados por contaminação, porém nem todos foram testados. Destes somente 122 foram confirmados via teste, os demais apresentaram vários sintomas ou tiveram contato com infectados.

Armandinho à direita, tirando a foto.
Armandinho à esquerda.
Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas