Siga o DCO nas redes sociais

Campanha privatização
Operação Lava Jato mira privatização do Banco do Brasil
Operação Vaza-jato ataca Banco do Brasil
comite_nacional123499
Campanha privatização
Operação Lava Jato mira privatização do Banco do Brasil
Operação Vaza-jato ataca Banco do Brasil
Cartaz sobre a necessidade de um banco público.
comite_nacional123499
Cartaz sobre a necessidade de um banco público.

Matérias vinculadas, recentemente, pela imprensa golpista deram grande destaque para a 66ª fase da Operação Lava Jato, que teve como alvo funcionários do Banco do Brasil através de um suposto esquema de lavagem de dinheiro. Segundo os porta-vozes da direita golpista: “ ‘o montante total ilícito movimentado pelos investigados, por meio da realização de transferências bancárias a partir de contas mantidas pela organização criminosa, superou a quantia de 200 milhões de reais. Parte significativa do valor foi convertida em espécie para posterior utilização no pagamento de propinas por empreiteiras que praticaram corrupção contra a Petrobras’, informou o Ministério Público Federal (MPF) por meio de nota” (El País 30/09/2019)

Não é novidade para mais ninguém que a Operação-Lava jato é parte de uma organização criminosa planejada e orientada nos Estados Unidos da América e, que o seu representante no MPF, Deltan Dallagnol, é parte desse processo, conforme revelação do portal The Intercept Brasil.

O “combate” ao crime organizado, pela operação Lava-jato, tem como um dos seus principais pilares atacar os setores nacionalistas e entregar o patrimônio do povo para as empresas imperialistas.

O exemplo da Petrobras é emblemático em relação o que está por trás dessa operação criminosa. Os dados oficiais revelam que a operação acabou com mais de 600 mil empregos e afetou as principais empresas nacionais, em especial a indústria da construção civil e a indústria naval. Na Petrobras além da venda de empresas subsidiárias, campos de petróleo e refinarias no exterior, a operação acabou acarretando a entrega de boa parte do Pré-sal e a BR distribuidora.

A fase da Vaza jato contra o Banco do Brasil, aliada com as matérias vinculadas pela imprensa golpista, é parte da ofensiva da direita golpista de propaganda com a clara intensão de promover a campanha pela privatização do banco. Não é por acaso que o governo ilegítimo/fascista, Bolsonaro, já começa a se desfazer das subsidiárias do BB, como foi o caso recente a “parceria” com a UBS suíça que passou a controlar uma das m ais importantes subsidiárias do banco que é a BB Investimentos, o enxugamento do quadro funcional da empresa, com milhares de demissões através dos famigerados PDV’s, fechamento de centenas de agências no país inteiro, congelamento salarial, etc.

A Operação Lava Jato está destruindo as principais empresas estatais e a entrega de boa parte do patrimônio nacional para as empresas estrangeiras e levando a destruição de toda a economia nacional em favorecimento dos países imperialistas.

É preciso lutar para impedir esse processo de destruição nacional realizado pela direita golpista. Para isso é necessário mobilizar, através das suas organizações, os trabalhadores e toda a população contra as privatizações e contra o governo em geral. É preciso juntar-se ao clamor popular que exige nas ruas o fim do governo. As organizações dos trabalhadores e suas lideranças devem levantar a palavra de ordem que já toma conta das ruas: Fora Bolsonaro!, Liberdade para Lula, Eleições Gerais.