Em meio à pandemia
Pedido é feito para evitar um massacre
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Washington DC 28 01 2020-Presidente Trump divulga um plano para um acordo abrangente de paz entre Israel e os palestinos Donald J. Trump discursa com o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu na terça-feira, 28 de janeiro de 2020, na sala leste da Casa Branca, para revelar detalhes do plano de paz do governo Trump no Oriente Médio. (Foto oficial da Casa Branca por Shealah Craighead)
Presidente israelense Benjamin Netanyahu ao lado de Donald Trump. Foto: Shealah Craighead |

Da redação – O cada vez maior número de mortos causados pelo novo coronavírus — número que hoje beira os 300 mil — não tem sido suficiente para que os países imperialistas e seus satélites deixem de lado a sua política de massacre de todos os povos. Em Israel, crianças palestinas continuam criminosamente detidas em seus presídios.

Prevendo um massacre, uma petição assinada pelo coordenador humanitário da ONU para os territórios palestinos ocupados, Jamie McGoldrick, o chefe do Escritório do Alto Comissionado da ONU para os Direitos Humanos, James Heenan, e a representante especial da Unicef na Palestina, Geneviève Boutin, pede que o governo israelense as liberte imediatamente para diminuir o risco de contágio.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas