Internaciomal
A ONG Human Rights Watch concluiu, em relatório relatório sobre a Bolívia, que o governo Janine Añez se utiliza da Justiça para perseguir o ex-presidente Evo Morales.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
evo-morales
Ex-presidente Evo Morales foi derrubado por um golpe militar. | Reprodução.

Em relatório divulgado nesta sexta-feira (11),, a ONG Human Rights Watch afirma que os processo que tramitam na Justiça boliviana contra o ex-presidente Evo Morales (MAS) são políticos.

Faltam provas e evidências que sustentem a acusação de que Evo tenha promovido ações terroristas. A conclusão da ONG é que a Justiça é utilizada como um instrumento de perseguição política.

O governo golpista de Janine Añez (Movimento Democrático Social) tem pressionado juízes e procuradores para que eles atuem em favor dos seus interesses políticos. São mais de 150 investigações criminais contra pessoas próximas a Evo Morales.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas