O retrocesso dos golpistas perante os caminhoneiros

caminhoneiros

Novamente são eles, ideologicamente muitos não são de esquerda, quando fizeram um chamado, muitos não responderam, mas novamente são eles que fazem retroceder os golpistas, são os caminhoneiros que apontam a saída para a situação política.

Hoje, quando escrevo estas linhas, os caminhoneiros fizeram recuar o STF pau-mandado dos militares. A corte verde oliva havia dito que não se poderia multar quem descumprisse a tabela de frete, ou seja, de transporte via caminhão, uma conquista da greve dos caminhoneiros que ocorreu no começo deste ano.

Hoje, o Ministro Luiz Fux que mandou suspender a multa, voltou atrás, e por quê voltaram atrás? Pois, eles se mobilizaram, fecharam a Rodovia Fernão Dias e ameaçaram uma nova greve, enfatizamos aqui, eles ameaçaram tomar as ruas num grande movimento e a direita recuou!

Os fascistas de Bolsonaro recuaram, a ditadura do Judiciário recuou e mais importante, o inimigo que a esquerda pequeno-burguesa diz ser onipotente mostrou medo, fraqueza, mostrou a fragilidade de sua posição, em fim, recuou o imperialismo e as forças armadas.

Aprendamos com os caminhoneiros, eles venceram os golpistas, mesmo que numa pequena vitória, muitos dos vencedores de hoje dormirão sem nem saber disso.

Ao vencerem deram ao povo mais do que a volta da tabela do frete, que para o cidadão comum, não importa muito: mostraram que se as organizações da classe operária se mobilizarem e forem às ruas numa grande luta, é possível dobrar os golpistas e derrotar Bolsonaro e golpe.