“O Rei da Vela” terá últimas apresentações nos dias 14 e 16 no Auditório Ibirapuera

rei da vela

O Teatro Oficina Uzona Uzyna realizará a montagem de duas peças do teatro brasileiro neste fim de ano. No dia 6 de dezembro iniciará com Roda Viva, de Chico Buarque, no SESC Pompeia e, durante os dias 14 e 16 de dezembro. O Auditório Ibirapuera receberá a montagem de O Rei da Vela.

O Rei da Vela, peça de Oswald de Andrade, obra representativa da década de 30, e marca uma época de apreensões e compromissos sociais. A peça é considerada o primeiro texto modernista para teatro. Nas experiências inovadoras anteriores, apenas a encenação tinha ares modernistas ao incluir a pintura abstrata nos cenários e afastá-los do realismo e do simbolismo. Mas o texto de Oswald de Andrade trata com enfoque marxista a sociedade decadente, com a linguagem e o humor típicos do modernismo.

As peças oferecem em suas narrativas e nos acontecimentos de suas montagens ao longo da história analogia com os dias atuais. A mais antiga, de Oswald, de 1937 e encenada pela primeira vez em 1967, em plena Ditadura Militar (1964-1985), aborda a vida das famílias das elites brasileiras, “alcoolizadas” no fascismo, regime que marcou a época em que o autor escreveu a obra. Ressaltando a seriedade e hoje mais do que nunca, da atual temática, diante de uma montagem de ministérios militares.

Roda Viva (1968), de Chico Buarque, traz o processo de criação da figura do mito. A peça, que foi escrita pelo autor ainda jovem, após ele ter assistido O Rei da Vela, teve sua montagem brutalmente interrompida pelo Comando de Caça aos Comunistas (CCC) durante os anos de chumbo.

Perguntado sobre o papel do teatro na quebra dos ciclos históricos que mantém o Brasil ainda na condição de colônia, como pode ser observado em ambas as peças, Zé Celso diz: “Oswald queria enxergar como os Tupis. Foi daí que ele trouxe a antropofagia. Precisamos mais do que combater, mas sim comer a colonização, degluti-la para criar algo novo,” fazendo alusão ao ritual indígena.

 

INFORMAÇÕES:

  • RODA VIVA | CHICO BUARQUE

Dias: 6 a 09/12/2018

Horário: Quinta a sábado, 20h. Domingo, 18h

Ingressos:

R$ 50 Inteira

R$ 25 meia para estudantes, servidor de escola pública, maiores de 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência

R$ 15 – Credencial plena do Sesc

Venda Online a partir de 27 de novembro, terça –feira, 12h

Venda presencial nas unidades do Sesc SP a partir de 28 de novembro, quarta-feira, às 17h30Local: Sesc Pompeia, Rua Clélia, 93, Água Branca, São Paulo – SP

Duração: 3h30, com intervalo de 15min

Indicação etária: 18 anos

 

  • O REI DA VELA | OSWALD DE ANDRADE

Dias: 14 a 16/12/2018

Horário: Sexta e sábado, 20h. Domingo, 19h

Ingressos:

R$ 30 Inteira

R$ 15 Meia

Local: Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer

Duração: 240min, com intervalos de 15min

Indicação etária: 14 anos

Informações: www.autorioibirapuera.com.br

*As vendas serão realizadas nos canais da Ingresso Rápido e na bilheteria do Auditório Ibirapuera

Horários da bilheteria: sextas-feiras e sábados, das 14h às 22h. Domingos, das 13h às 20h

 

  • RODA VIVA TEMPORADA OFICINA | DE CHICO BUARQUE

De 23/12/2018 a 10/02/2019

Sexta a domingo

Horários: Sexta e sábado, 20h. Domingo, 19h

Ingressos:

R$ 60 Inteira

R$ 30 Meia

R$ 25 moradores do Bixiga (necessário comprovante de residência)

R$ 5 (estudantes secundaristas de escola pública, imigrante, refugiados, moradores de movimentos sociais de luta por moradia) – limitados à 10% da lotação diária

www.compreingressos.com/rodavivaLocal: Teatro Oficina Uzyna Uzona, Rua Jaceguai, 520, Bixiga, São Paulo –SP

Duranção: 3h30, com intervalo de 15 minutos

Indicação etária: 14 anos