Organizar a catástrofe
A esquerda defende e a direita coloca em prática usando a repressão para que o povo morra em casa e não nos hospitais
2 Shares
favela
Como fazer isolamento nas favelas? |

A esquerda pequeno-burguesa adotou, como se fosse sua, acriticamente, a palavra de ordem do “fique em casa”, sem perceber que essa é a política da direita e da burguesia.

Quanto mais a pandemia se desenvolve no País, mais fica claro que essa política, da quarentena e do isolamento social, é na realidade uma farsa que serve para a direita ocultar a realidade: nada está sendo feito para combater o coronavírus.

Nesse sentido, a esquerda que adotou tal política acaba cúmplice do crime que a direita está preparando contra o povo.

Alguns poderão argumentar que está comprovado que o isolamento é uma arma contra o vírus. A resposta é sim, mas não apenas o isolamento e é aí que a esquerda cai na armadilha do “fique em casa”.

O que os governadores direitistas, a imprensa capitalista e Mandetta defendem não é o isolamento social como uma das formas de combate ao coronavírus, que vem junto com outros mecanismos, como por exemplo fazer testes em massa, construir leitos e hospitais, garantir segurança para todos, diminuir a lotação do tranporte público.

O isolamento social defendido por esse setor da direita nada mais é do que pura propaganda e tem um objetivo prático criminoso: organizar a catástrofe que vem por aí.

Ao obrigar que o cidadão fique em casa, o que a direita quer é evitar, ou melhor dizendo diminuir ao máximo, as cenas de terro que irão se apresentar nos hospitais nos próximos dias. Querem que o povo morra em casa e assim não apareçam nem nas estatísticas nem mesmo aos olhos da população como mortes resultado do descasos dos governos.

Doria, ao ameaçar prender as pessoas que estiverem nas ruas, mostra que sua preocupação não é combater o vírus, mas enfiar as pessoas dentro de casa para evitar ao máximo a superlotação dos hospitais. Para o governo, é mais seguro que o povo morra em casa do que nas filas dos hospitais.

O fundo dessa preocupação é a verdadeiro revolta social que a situação de caos pode causar. Quanto mais gente em casa, maior o controle dos governos sobre o povo.

Esse é o sgnificado da política do “fique em casa”. A esquerda faz a propaganda e a direita se beneficia, enquanto prepara o genocídio do povo por doença e pela fome.

Relacionadas