O fracasso da frente ampla
PCdoB esconde a desmoralização de sua política na Câmara com fantasias

Por: Redação do Diário Causa Operária

Depois do resultado da eleição na Câmara dos Deputados, com a vitória em primeiro turno do candidato de Bolsonaro, o sítio Vermelho, ligado ao PCdoB, publicou um editorial procurando disfarçar o fracasso completo da política de aliança com a direita golpista.

Segundo o editorial do Vermelho, intitulado “Eleição na Câmara: Bolsonaro vence, mas oposição se amplia”, mesmo com a vitória do candidato de Bolsonaro, Arthur Lira (PP), a “oposição teria se fortalecido”.

“a oposição mesmo tendo perdido essa disputa, se ampliou a partir da candidatura de Baleia Rossi que concorreu pela Frente Câmara Livre, composta por uma dezena de legendas: de direita, centro-direita, centro-esquerda e esquerda.”

A deputada federal e presidenta do PCdoB, Luciana Santos, também defendeu que “a oposição sai fortalecida desse processo, mais unida para enfrentar os desafios que se apresentam diante da crise profunda que atravessamos”.

Nada melhor do que inventar uma realidade para esconder um fracasso e podemos acrescentar que, quanto maior o fracasso e a desmoralização, maior deve ser a mentira.

O que aconteceu na realidade foi uma derrota, mas não uma derrota qualquer, não simplesmente a derrota na eleição. A esquerda que decidiu apoiar Baleia Rossi já começou derrotada.

A política oportunista tem uma contra indicação grave: ela é ruim de todos os lados. Se o bloco de Maia conseguisse emplacar a candidatura de Baleia e ele viesse a ganhar, a esquerda sairia desmoralizada a cada movimento direitista que a presidência da Câmara fizesse, e como mostraram os mandatos de Rodrigo Maia, seriam muitos.

Depois de pintar Baleia Rossi e Maia como oposição a Bolsonaro, democratas e até antifascistas qual seria a cara da esquerda diante da óbvia política anti popular que eles levariam. A esquerda seria identificada como cúmplice dessa política.

A derrota de Baleia, por sua vez, marca uma desmoralização ainda maior da esquerda. Se esperasse que valesse a pena se sujar na lama junto com a direita. Alguns esquerdistas tentaram mostrar que um cargo na Mesa diretora da Câmara seria um grande negócio. Mas nem mesmo esse “grande negócio” foi conseguido.

Dizer que a oposição foi fortalecida é uma falsificação completa da realidade. Foi uma derrota completa integral da política da esquerda parlamentar que ingressou na frente golpista com Maia.

Falar que a oposição saiu fortalecida é uma maneira de dissimular o resultado da política desastrosa da esquerda. Qual oposição teria sido fortalecida? A oposição que, como falamos acima, não é nenhuma oposição real a Bolsonaro? A esquerda, que deveria ser oposição mas preferiu rolar na lama com os golpistas?

Mesmo do ponto de vista puramente oportunista, não apenas a “oposição”, como a esquerda parlamentar saiu derrotada e desmoralizada.

Send this to a friend