Com a cobertura da esquerda
As eleições estão mostrando mais claramente qual é o teor da manobra da frente ampla
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Frente Ampla - esquerda e direita
Direitistas e esquerdistas unidos | Arquivo.

O eixo da eleições municipais é o de como fortalecer a política da burguesia golpista. Quase todos os candidatos, com exceção dos bolsonaristas e de uma parcela da esquerda, giram em torno dessa política.

Com essa política, a burguesia, que tem a imprensa à sua disposição, tem conseguido levantar os candidatos minoritários, como é o caso de Bruno Covas em São Paulo e Eduardo Paes, no Rio de Janeiro.

Além da tradicional manipulação da imprensa, a esquerda pequeno-burguesa também está sendo usada para manipular a eleição. Um dos instrumentos usados é o próprio candidato do PSOL, Guilherme Boulos. A candidatura do psolista tem sido alavancada pela imprensa golpista como um fator de esvaziamento da candidatura do PT com o objetivo de dividir os votos da esquerda e principalmente isolar o PT. Tal manobra serve como uma ponte por onde os votos da classe média mais esquerdista chegarão a Bruno Covas.

No Rio de Janeiro, o PSOL também está servindo para favorecer a direita tradicional. Marcelo Freixo, um candidato “natural” do PSOL e da esquerda pequeno-burguesa na cidade, retirou sua candidatura. O objetivo era favorecer Paes, que não é popular, mas que apesar disso, a burguesia tem conseguido alavancar a candidatura.

Essa situação favorável eleitoralmente à direita tradicional é resultado de uma hábil manipulação política. Manipulação das pesquisas, da imprensa, uma campanha eleitoral onde ninguém pode fazer uma campanha de verdade. Em alguns lugares, como Pernambuco, o governo foi ao extremo de proibir a campanha de rua para impedir a candidata do PT, Marília Arraes, de sair à rua.

Essa manipulação conta com a participação de diversos meios da esquerda, que semeiam as ilusões eleitorais em busca de um cargo público.

Toda essa manipulação não está restrita apenas a esse ano, ela é parte da luta para a preparação das eleições de 2022. Essa é a política da frente ampla.

A frente ampla procura revigorar a política da burguesia daquele grupo político que governou em nome dos grandes capitalistas locais. O grupo que domina o País desde a ditadura militar.

Esse mecanismo da frente ampla precisa ser compreendido a fundo. No Brasil, ele está sendo impulsionado não apenas pela direita, mas também pela esquerda.

O PCdoB é quem mais energicamente defende essa política de aliança com os que mais massacraram a população. O PSOL é um partido pequeno-burguês composto fundamentalmente de arrivistas parlamentares. Querem subir na vida por meio do Parlamento e que em geral estão dispostos a qualquer coisa para se eleger.

Por exemplo, Heloísa Helena saiu do PT e era a típica candidata pequeno-burguesa conservadora. O PSOL não teve nenhum problema em lançar uma candidata que era a garota propaganda do aborto. Muitos esquerdistas quando estão na possibilidade de ganhar uma eleição, deixam aflorar sua verdadeira natureza.

Boulos, em São Paulo, prometeu reeducar a GCM, órgão de repressão contra o povo. Na Associação Comercial de São Paulo ele foi elogiado praticamente como se fosse um representante dos capitalistas. Onde se colocam os problemas concretamente, essa esquerda abandona os discursos esquerdistas e adotam o discurso da direita.

Já para o PT, a frente ampla é uma aliança vergonhosa, é uma aliança com quem colocou Lula na cadeia, retiraram seus direitos. Mas o PT é um partido dividido. Enquanto que Lula tem dificuldade de aderir a frente ampla, pois significa a destruição do Lulismo, outro setor tem ligações com a direita e defende a frente ampla.

A esquerda que defende a frente ampla serve como cobertura para uma manobra que visa colocar à direita de volta no poder. A direita que deu o golpe de Estado, que está destruindo os direitos da população e que foi a principal responsável por Bolsonaro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas