O movimento negro deve estar na 2ª Conferência de luta contra o golpe, por Juliano Lopes