Opressão racial
Os negros do aparato de repressão e os serviçais negros da burguesia são inimigos do povo negro, assim como a burguesia racista
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
5f4cf4ca47bee.image
Oficial baleado nos EUA | Foto:David Carson, [email protected]

Em uma ocorrência policial na cidade de St. Louise, no Estado de Missouri, EUA, dois policiais negros foram baleados no dia 29/08. Um dos policiais, Tamarris L. Bohannon, 29, morreu no dia seguinte em decorrência do disparo, que lhe atingiu a cabeça. O suspeito do crime foi preso. O fato ocorre concomitante a onda de protestos contra a opressão racial e a violência policial contra os negros que sacodem os os EUA.

A imprensa imperialista e mesmo a imprensa capitalistas brasileira aproveitaram-se do caso para tentar colocar o movimento negro, que luta contra o aparato repressivo Estatal, na defensiva, utilizando-se para isso inclusive do identitarismo. Acusaram o movimento negro e nomeadamente o Black Lives Matter de se omitir em relação a morte de um policial negro.

Trata-se de uma insinuação, ou de que os movimentos que promovem os protestos não defendem os negros (identitarismo) de fato, ou somente defendem uma parte, os que não são “cidadãos de bem”, como seria o caso Tamarris L. Bohannon, que foi apresentado como herói pela imprensa. A pergunta que se coloca então é: deve o movimento negro defender um policial negro?

As ideologias idealista identificadas de maneira geral como identitarismo, levados à risca, responderia afirmativamente, pois consideram a identidade negra, a “raça”, ou seja, uma cultura, uma ancestralidade africana idílica comum, que agrupa todos os seres racializados, todos os negros conscientes ou não, essa identidade se opoem a outra, a branca, ocidental, opressora, má etc.

O limiar entre nós e eles seria tão-somente a cor, que é a expressão dessa identidade. O policial negro, o direitista negro são parte do nós e são tão vítimas dessa cultura branca ocidental como nos.

A realidade contudo é mais complexa e também mais cruel, a força do capital se sobrepõem não raras vezes a qualquer identidade étnica ou cultural, divide -a , joga uma parte contra a outra, também entre os negros há oprimidos e opressores, burgueses e proletários e também aqueles que servem aos exploradores do negro em geral, a burguesia imperialista branca.

Marx e Engel se referem ao papel da capitalismo no mundo: “Os baixos preços de seus produtos são a artilharia pesada que destrói todas as Muralhas da China e obriga a capitulação dos bárbaros mais tenazmente hostis ao estrangeiros. Sob pena de ruína total ela obriga todas as nações o modo Burguês de produção, constrange a abraçar a chamada civilização, isto é a tornarem se burguesas”. 

Foi a burguesia que erigiu o negro como burro de carga do modo burguês de produção que domina o mundo, ou seja, é a burguesia que prende o negro no patamar mais baixo dessa sociedade, infringido a ele um pesado sistema de opressão racial por meio do Estado. Também a burguesia arregimenta, corrompe alicia uma parte dos negros para o trabalho sujo de ser o braço do branco para que oprime seus irmãos de cor, seja por meio uma certa elite africana no período da colonização, seja por meio elementos avulsos para atuar na repressão dos negros nas Américas, o capitão do mato, por exemplo.

O policial negro é um elemento desse tipo, já não possui nenhum vínculo étnico com o povo negro, e um renegado, é nesse sentido um racista, tal como um branco racista,  e age como tal, para manter o negro oprimido, mesmo que esse possa vir a sofrer algum resquício do sistema de opressão que ajuda a manter. 

O negro que atua diretamente contra os direitos do povo negro é um inimigo. O negro que faz parte de organizações, como as polícias, não pode ser considerado um de nos negros, mas tão-somente um aliado dos nosso inimigos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas