Areia nos olhos do povo
A esquerda fora de si e a imprensa golpista tentam convencer a população de que o partido com DNA da ditadura militar, o DEM, seria democrático e antifascista
Lançamento da campanha do Deputado Baleia Rossi (PMDB-SP) para presidente da Câmara dos Deputados, apoiado pelo  atual presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ). Sérgio Lima/Poder360 06.01.2021
Baleia Rossi e Rodrigo Maia | Foto: Sérgio Lima/Poder360
Lançamento da campanha do Deputado Baleia Rossi (PMDB-SP) para presidente da Câmara dos Deputados, apoiado pelo  atual presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ). Sérgio Lima/Poder360 06.01.2021
Baleia Rossi e Rodrigo Maia | Foto: Sérgio Lima/Poder360

Faltam quatro dias para as eleições da Câmara dos deputados. E nesse momento está aberta a temporada de quem dá mais para a compra dos votos dos parlamentares, quais as vantagens politicas e econômicas pessoais que irá ganhar votando no candidato do MDB, Baleia Rossi, ou do PP, Arthur Lira? Cargos? Liberação de verbas para obras? Caixa para campanhas futuras? Bom, o que está em jogo para além disso, os votos a certo candidato envolve níveis diferentes de interesses, demagogia e fisiologismos, na maior parte dos casos particulares e em grau muito menores – ou quase nenhum – partidários.

Cargos públicos e políticos que atualmente estão sob o controle do governo federal, a chantagem e manipulação já está a todo vapor. Alguns que tem declarado apoio ao candidato de “oposição” a Bolsonaro estão sendo exonerados de seus postos e as vagas abertas para os eleitores e apoiadores do Arthur Lira. Cargos administrativos e recursos estão sendo negociados. Os cofres públicos estão abertos desde o ano passado. Em dezembro de 2020, já com o Planalto envolvido nas eleições, o Tesouro liberou R$ 550 milhões em emendas parlamentares. Com isso, o total de emendas pagas passou de R$ 4,2 bilhões, em 2019, para R$ 6,7 bilhões no ano passado.

A imprensa golpista tem destacado que a disputa está acirrada, no entanto Artur Lira (PP) reuniu 11 partidos (PSL,PL, PP, PSD, Republicanos, PTB, PROS, PSC, Podemos, Avante, Patriota), que somados possuem 259 deputados. Já Baleia Rossi (MDB), que é o candidato da frente ampla, da aliança da direita golpista com a esquerda parlamentar, também reuniu 11 partidos (MDB, PSDB, DEM, PT, PCdoB, PDT, PSB, Solidariedade, Cidadania, PV, Rede), que somados possuem 238 parlamentares.

A ver navios, está a população brasileira, com fome, desempregada e atacada cada dia mais pela burguesia. Os crimes contra o povo são vários e variados, assassinatos rotineiros pela PM, as crises na saúde pública, na educação, são despejos violentos em plena pandemia, preços de itens básicos de sobrevivência nas alturas, salário mínimo que além de ridículo piora a cada dia e etc.

Mais do mesmo

Vejamos os casos, no inicio da semana, Lira, intitulado como o candidato do Bolsonaro, se encontrou na Bahia, em Salvador, com ninguém menos que o presidente do DEM, ACM Neto. Para tristeza de Rodrigo Maia, os cinco deputados do Estado, tiraram fotos, e declararam abertamente apoio ao candidato do PP. Continuando sua saga em busca de votos para se eleger, Lira, esteve com seis parlamentares no Distrito Federal, entre eles, Luís Miranda (DEM) e Paula Belmonte (Cidadania), ambos dissidentes.

Para O Globo, Lira declarou: “Venho dizendo há vários dias que essa eleição é a eleição de deputados. E que as decisões de partidos e líderes têm resistências. Eu espero ter a maioria do DEM e mais alguns partidos que não estão no nosso bloco”.

O mesmo caso foi também visto em relação ao candidato de Bolsonaro junto à bancada do PSB, que no ano passado em uma reunião, decidiu de forma unânime ser contra uma possível composição com o bloco do candidato do PP. No entanto, dias antes da reunião a maioria dos parlamentares tinha manifestado preferência por Lira. Nesse momento o partido está rachado na decisão sobre qual dos dois direitistas golpistas apoiar.

De acordo com O Globo,  dois dias atrás o Baleia Rossi foi a Recife e se reuniu com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, que gravou um vídeo afirmando que o partido vai apoiar o emedebista. “O nosso partido, PSB, vai apoiar a candidatura da Baleia Rossi. Esperamos que ele tenha sucesso agora nessa eleição na Câmara dos Deputados” – disse Câmara.

No entanto não é mesma posição de outro parlamentar do PSB, também em declaração ao jornal da família Marinho: “Se não formou o bloco formalmente, é porque não tem um número suficiente de assinaturas. O partido tem uma orientação, mas uma eleição da Câmara dos Deputados é uma eleição interna da casa. Não acho saudável o partido estar interferindo, punindo parlamentares” – diz Felipe Carreras (PSB-PE), um dos apoiadores declarados de Lira.

As falas em destaque, revela que esses deputados não têm nenhum pudor e não se preocupam minimamente em trair seus próprios partidos para angariar recursos e um cargo aqui ou ali. O PSL, por exemplo, que tem a maior bancada, não terá  todos seus deputados apoiando Lira. Uma parte deles já declarou que apoiará o adversário. Por outro lado, Baleia Rossi também não terá apoio de todos os deputados do DEM, de Rodrigo Maia, e de vários outros partidos. Parlamentares do PT que foram contra o apoio à direita golpista e que defenderam uma candidatura própria, provavelmente não votarão em Baleia Rossi, também.

E a esquerda?

Diante de todo esse toma lá da cá, deputados de esquerda não menos oportunistas, esperam ansiosos pelos seus cargos e recursos – se sobrarem. Para tentar justificar suas posições em relação ao apoio em seu candidato a presidência da Câmara, dizem estar votando em prol da democracia e lutando contra o fascismo o que é no mínimo estranho quando se trata de um partido que tem em seu DNA a ditadura militar. Porém fica a dúvida, como pode parlamentares do DEM, traidores do próprio partido, ser combatentes da democracia se não passam de ratazanas?

É importante lembrar que os deputados do dito centrão, não passam de bandidos políticos, estão envolvidos em todos tipos de falcatrua politicas, visto o caso do golpe de 2016, a prisão do ex-presidente Lula e a chegada de Bolsonaro ao poder. São parlamentares que vendem a alma para qualquer um, são verdadeiros bandoleiros políticos, fazem aliança com Deus e o Diabo, não têm nenhum escrúpulo e absolutamente nenhuma ideologia ou projeto, nada. Seria essas prostitutas de terno e gravata os lutadores antifascismo e os guardiões da democracia?

O mais espantoso de tudo é a esquerda aparecer de vários cantos defendendo esses criminosos golpistas. Defesas sem nenhum argumento concreto, com justificativas abstratas e superficiais, que não vai levar de forma alguma à melhoria da situação dos trabalhadores, da classe oprimida e esmagada do País, por culpa justamente desses que agora são apontados como “civilizados” “democráticos” o que em si é um absurdo. É importante deixar claro que entre Bolsonaro e os pais de Bolsonaro não há saída para a população. Esse tipo de apoio enfraquece a esquerda e implica em ressuscitar a direta golpista que não tem apoio popular nenhum.

 

Relacionadas
Send this to a friend