Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

A cada dia se torna mais difícil disfarçar a ligação entre Moro, os demais golpistas e o imperialismo norte-americano. Conforme artigo publicado pela Brazil Wire, o juiz, mais conhecido como Mussolini de Maringá, foi convidado a realizar uma palestra no dia 2 de março (sexta-feira) em um evento sobre um suposto movimento anticorrupção na América Latina. Para tal atividade, sua viagem está sendo bancada pelo Americas Society/Council of the Americas (AS/COA), um “think tank” e lobby de Wall Street. Em seguida, ele será nomeado homem do ano em outro evento, patrocinado pelas maiores instituições bancárias.

A organização AS/COA, além de estar fortemente ligada aos governo dos EUA  é a editora da Americas Quarterly e abriga não somente os principais bancos, corporações extrativistas e gigantes do setor de tecnologia, mas também as mais importantes plataformas para a divulgação dos interesses de seus clientes na América Latina, como a Bloomberg.

O mais escandaloso de tudo isso é que, justamente o “movimento anticorrupção” tem, por trás dele, as organizações mais corruptas do mundo e que mais exploram os povos de países atrasados como o Brasil, como é o caso dos bancos. Isso é apenas mais uma prova de que o movimento “patriota” e “anticorrupção” dos golpistas não passa de um grande escárnio.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas