O impopular: Bolsonaro desmarca evento no Mackenzie para fugir de protestos

55519492_2170413116380558_6413819875961077760_n

Da redação – O presidente fascista e ilegítimo, Jair Bolsonaro, desmarcou uma visita à Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, após os alunos da instituição realizarem uma manifestação contra ele, na manhã de hoje (27).

Bolsonaro participaria de um evento de lançamento do Mackgraphe, um centro de pesquisas sobre grafeno vinculado ao Mackenzie.

De acordo com os estudantes, cerca de mil pessoas participaram da manifestação de repúdio ao presidente ilegítimo eleito por uma fraude eleitoral. Eles também se manifestaram contra o golpe militar de 1964 e o apoio explícito de Bolsonaro à ditadura, cujo aniversário de 55 anos ocorrerá no próximo dia 31 (embora o golpe em si tenha sido dado em 1º de abril de 1964).

O movimento popular deve seguir o exemplo dos estudantes do Mackenzie e organizar um grande ato contra Bolsonaro e o golpe de 1964. O PCO convoca a todos para comparecerem ao MASP, em São Paulo, na tarde do próximo domingo, em ato que serve justamente a esse propósito.