Menu da Rede

O golpe de Estado no PSOL

Tempo de Leitura: 2 Minutos

Publicidade

Na última sábado, dia 3, setores majoritários do PSOL organizaram um ato para o lançamento da pré-candidatura de Guilherme Boulos para a presidência. Na mesma semana, o dirigente do MTST já estava filiado ao partido e no sábado, dia 10 de março já ganhou seu minutos no jornal Nacional que anunciou sua pré-candidatura com direito a uma declaração “radical” em pleno horário nobre da rede Globo.

Tudo muito rápido, afinal, sabemos que a esquerda pequeno-burguesa costuma ser muito lenta quando se trata de fazer qualquer coisa que seja verdadeiramente combativa, mas muito “eficiente” quando o assunto é eleição. Em uma semana, Boulos passou de pseudo-radical, pseudo-combativo dirigente dos sem-teto para virar candidato. Além do espaço oferecido pela rede Globo, em sua página no Facebook já existem apoios eleitorais de artistas globais e parlamentares do PSOL, fotos com sorrisos bastante candidatáveis e grandes planos de governo. Como qualquer candidato.

Tudo isso, sem qualquer discussão com os militantes do PSOL. A candidatura Boulos é uma imposição de dirigentes e parlamentares do partido que se juntaram para filia-lo e lança-lo candidato. Afinal, quem precisa de discussão?

Para quem tem o desprazer de acompanhar a esquerda pequeno-burguesa de perto, o PSOL dá uma série de oportunidades que revelam estar muito longe de ser um partido socialista. A candidatura Boulos nos dá a oportunidade: além de não ter nada de socialista a não ser o nome, também não tem nada de “liberdade”, a não ser o nome. Socialismo com liberdade é isso aí!

Em tempos de golpe de Estado, setores do PSOL aderiram ao movimento da burguesia e deram um golpe dentro do partido. Antes de terminar, é preciso fazer uma ressalva: os setores que agora esperneiam, ou seja, os que são contra a candidatura Boulos – como é o caso de Luciana Genro, Babá e Plínio Jr. – , são apoiadores do golpe que acontece no País, não são muito diferentes dos que lançam Boulos.

Populares na Rede
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

Clima de radicalização agita o Peru - O Mundo em 1 Hora (Reprise)

108 Visualizações 58 minutos Atrás

Watch Now

Send this to a friend