Menu da Rede

Em ação criminosa da polícia, dois homens são executados em MG

Bom mesmo é o PSDB

O esforço das direções para abafar o clamor por Lula presidente

Esse é mais um elemento antidemocrático dessa pretensa direção dos atos

A popularidade de Lula é o que querem esconder – Arquivo

Quando as primeiras grandes manifestações contra o governo Bolsonaro explodiram no País em 2019, o povo já gritava a palavra de ordem de “fora Bolsonaro” em todos os cantos. No carnaval, nas manifestações, concertos musicais, qualquer pequena aglomeração de pessoas era suficiente para o povo cantar “fora Bolsonaro”.

A esquerda pequeno-burguesa, à revelia da vontade do povo, se recusava a falar “fora Bolsonaro”. Quem não se lembra da declaração de Guilherme Boulos (PSOL), derrotado na eleição, dizendo que não se deveria pedir a quedo do governo porque “não eramos como Aécio Neves”. E assim, as manifestações em todo o País em 2019 foram transformadas por essa esquerda em “tsunamis da educação”.

Em suma, enquanto dezenas de milhares de pessoas saiam às ruas para pedir a cabeça de Bolsonaro, as direções do movimento abafavam esse grito e procuravam transformar a mobilização em qualquer coisa, só não se podia falar “fora Bolsonaro”. Na prática, essas mesmas direções se colocavam como um obstáculo à mobilização

Agora, vemos o lamentável espetáculo que esses mesmos que se esforçavam para impedir que a vontade do povo fosse imposta nas ruas, agora querem aparecer como grandes defensores do “fora Bolsonaro”.

Mais lamentável ainda é que essa mesma direção repete essa atitude, mas com outra política. Agora, o grito popular a ser abafado é a defesa da candidatura de Lula.

No caminhão de som do ato do dia 3 de julho na avenida Paulista, todos os oradores e apresentadores se esforçaram para esconder a palavra de ordem de “Lula presidente”. Primeiro que nenhum orador sequer citou o nome de Lula, com exceção do companheiro Antônio Carlos, do PCO, que defendeu a candidatura de Lula, sob aplausos da maioria dos presentes.

Mas não é só isso. Ao menos por duas vezes – após as falas de Gleisi Hoffmann e Fernando Haddad -, o povo em volta do carro de som começou a cantar “Olê, olê, olá, Lula, Lula”. O canto se alastrou e se alastraria por todo o ato se houvesse um incentivo dos apresentadores do carro de som. Mas não foi o que aconteceu.

Se antes, os oradores do carro de som abafavam o grito de fora Bolsonaro, agora abafam os gritos a favor de Lula. Diante do canto em favor de Lula, os apresentadores se esgoelavam no caminhão de som para impedir que a palavra de ordem a favor do ex-presidente se alastrasse por toda a avenida Paulista.

Se esses partidos e organizações que pretensamente dirigem o ato são contra Lula e sua candidatura, deveriam dizer abertamente para o povo. PSOL, PCdoB e outros têm o direito de ser contra Lula, mas por que tanto esforço para abafar os gritos por Lula? É mais um elemento antidemocrático dessa pretensa direção dos atos.

Esses grupos que estão dirigindo os atos estão bem mais preocupados em defender o PSDB do que a presença de Lula.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.