Menu da Rede

Região Sul registrou atos em mais de uma centena de cidades

Sempre para salvar a burguesia

O clima de “fim da pandemia” é uma manipulação de Doria

Mesmo com curva de infectados e mortos não parar de crescer, Dória determina a reabertura de atividades essências, não se importando com as consequências

Bolsodória – Foto: Reprodução

Publicidade

Com mais de 160 mil casos confirmados e mais de 10 mil mortes por complicações de COVD-19 – até o momento – os comércios de São Paulo são reabertos, por determinação do “científico” governador João Doria (PSDB).
No maior polo varejista da capital paulista – 25 de março – havia filas nas portas de várias lojas, e um intenso trânsito de automóveis nas ruas da região.
Mesmo com o horário de atendimento reduzido, o uso obrigatório de máscaras, medição de temperatura em alguns estabelecimento e funcionários das lojas organizando o distanciamento nas filas, não foi o suficiente para evitar a aglomeração.
Outro polo de varejo bem conhecido, e bem mais sofisticado da cidade de São Paulo – Oscar Freire – também registrou movimento acima da expectativa dos lojistas. Em lojas como a famosa “Calvin Klein”, a taxa de conversão de vendas foi superior a 60%, segundo o gerente da grife.
De modo geral, os lojistas estão “de olho”, no auxílio emergencial de R$ 600,00, pois veem no benefício, uma oportunidade de alavancar as vendas – mesmo o benefício não tendo como finalidade, esse tipo de consumo – mas é a grande esperança dos lojistas.
Ocorre que a estimativa da FecomercioSP, é de uma queda de 11% no faturamento do setor de varejo neste ano. Até o momento, houve uma perda de quase R$ 17 milhões que dá por volta de R$ 220 milhões de prejuízo, por dia – e este é o grande problema e o motivo para o retorno das atividades não essenciais, mesmo com a curva de infectados e mortos pelo coronavírus só aumentar.
O “científico” Doria, como um bom capacho que é da burguesia, está com o plano de flexibilização a todo o vapor, com um enorme esforço de querer passar um clima de normalidade, mas tudo isso não passa de uma manobra do governador direitista, que está sendo replicada com o genocida – Sr. Jair Messias Bolsonaro – a nível federal.
Está totalmente fora da realidade de qualquer região deste país, o afrouxamento da quarentena, principalmente em São Paulo, que é o epicentro desta crise no Brasil, e onde a curva está tão íngreme, que está quase ultrapassando os limites atmosféricos.
A quarentena sempre foi uma farsa, pois a maioria da população trabalhadora em momento algum foi poupada, seja sendo mandada embora de seus empregos, seja tendo que ir trabalhar, se arriscando a contrair o vírus. Mas agora, a política de negligência está mais escancarada que nunca.
A reabertura de setores não essenciais, é apenas para salvar meia dúzia de capitalistas sanguessugas, às custas da população pobre, que sempre é quem paga as contas, da farra destes parasitas. Para essa elite golpista, a morte da classe trabalhadora, não passa de números que viram estatísticas em planilhas, nada mais que isto!
O povo deve se unir a uma só voz nas ruas, pela derrubada deste governo golpista e assassino, que ao invés adotar medidas de assistência para que a população possa fazer o seu isolamento, garantindo assim suas vidas e sobrevivência, este desgoverno quer jogá-los em uma fogueira, que a cada dia é mais inflamada pelo caos desta crise.
Pelo fim deste governo medíocre e fascista, pela derrubada desta classe dominante e parasita, que não gosta de trabalhar, mas gosta de viver às custas dos que há anos derramaram seu suor e seu sangue, para o sustento sociedade.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.