O Chicago Boy, Paulo Guedes, quer acabar com o Banco do Nordeste

brasil-politica-paulo-guedes-20190108-002-copy

O representante dos interesses dos banqueiros nacionais e internacionais no governo Bolsonaro, “eleito” através da maior fraude eleitoral de todos os tempos, Paulo Guedes, declarou na última terça-feira (19), em um encontro com os dois governadores do nordestes, Paraíba e Rio Grande do Norte, que pretende fundir o Banco do Nordeste (BNB) ao Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES).

Na mesma esteira para entregar o patrimônio do povo brasileiro para os capitalistas nacionais e internacionais, tais como já vem fazendo o governo golpista, como a Petrobras, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Eletrobrás, Embraer, etc., a intenção, por detrás da declaração do golpista, Guedes, é de acabar, tanto com o BNB quanto com o BNDES (o Chicago Boy presidente do banco, Joaquim Levy, trabalha neste governo golpista de extrema-direita para acabar com o BNDES).

O BNB (Banco do Nordeste do Brasil), uma instituição financeira que tem mais de 90% do seu capital sob o controle do governo federal, atua em mais de 2 mil municípios abrangendo Estados mais pobres do país da região nordeste tais como Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, e também abrange o Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. Tem como objetivo a operacionalização de programas como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e administra o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), que tem programas para incentivo a microempreendedores, etc.

Os ataques desferidos às empresas estatais fazem parte de um dos fundamentos dos ataques da direita golpista com entrega do patrimônio nacional. A luta contra a privatização do BNB é a mesma luta do conjunto dos trabalhadores contra o aprofundamento dos ataques consequência do golpe de Estado para satisfazer o apetite dos capitalistas parasitas.