O avanço dos ataques aos Sem-Teto e todos os movimentos sociais

sem teto

O Ministério Público de São Paulo está passando em todos os prédios ocupados pelos movimentos de moradia para fazer a vistoria após o caso do incêndio criminoso em Paissandú.  O mesmo está exigindo que os prédios que estiverem com dificuldade de entrar para fazer a vistoria, se entre com a ordem judicial e a famosa violência da Polícia Militar.

A vistoria vai analisar se os prédios tem problemas diversos, porém, como bem sabemos sobre a burguesia, não há benevolência alguma nesse interesse de começar a vistoriar tudo após o fato cabal dessa semana. O que a burguesia quer é mandar as pessoas para as ruas, que, diga-se de passagem estão com cada vez mais pessoas na linha da miséria dentro desse sistema podre e capitalista.

É uma operação golpista da direita de atacar e acabar com os movimentos sociais, pois, ontem mesmo no Distrito Federal foram presas 13 pessoas sob acusação de organização criminosa. O que deve estar claro é que, a acusação que começa a se generalizar por todo o país – principalmente sobre os movimentos sociais de terra e moradia no nordeste -, casa muito bem com a acusação sem fundamento de João Doria em São Paulo, chamando os moradores de criminosos.

Assista o debate ao vivo no programa Reunião de pauta todas as manhãs na Causa Operária TV.