“Um salto no desconhecido”
PCO dá um grande passo na construção do partido revolucionário e lança sinal 24 horas do seu canal na internet. Imprensa operária é fortalecida
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
cotv24h
Causa Operária TV. | Foto: Arquivo PCO

Nem a pandemia parou o Partido da Causa Operária (PCO). Em julho deste ano o Partido alcançou um enorme feito, o lançamento de sinal 24 horas da Causa Operária TV (COTV) no YouTube. Este feito é algo único na esquerda brasileira, demasiadamente carente de veículos de comunicação próprios e refém da golpista imprensa burguesa.

A COTV 24 horas representa a maturação deste importante órgão de imprensa revolucionário, que deste seu surgimento, há quase uma década, vem não apenas levando a política do PCO às pessoas, mas trazendo-as para suas atividades. Em especial, é destaque da programação a Análise Política da Semana, apresentada pelo companheiro Rui Costa Pimenta, que vai aos sábados às 11:30.

A programação da COTV não limita-se a apenas a Análise Política da Semana, mas conta com variados programas, indo desde jornais diários (Reunião de Pauta, Panorama Brasil, Jornal dos Comitês de Luta, Página Um, J5, Resumo do Dia), a programas dos coletivos do Partido (TV Mulheres, Tição, Análise Sindical) e de cultura (Samba Nzinga, Urzwela, Na Zona do Agrião, entre outros). Além disto, ainda há programas dedicados à teoria marxista e análise internacional, como os programas Marxismo, Análise Internacional e Universidade Marxista.

Toda esta diversidade de programas dá à COTV um lugar único na esquerda brasileira e mundial, pois coloca o Partido numa lista seleta de partidos de esquerda que possuem veículos de imprensa regular e de grande abrangência. Casos maiores que a COTV apenas são repetidos em países como Coréia do Norte, Cuba e outros países que fizeram revolução operária em algum momento de sua história.

A, agora 24 horas, COTV junta-se a outros veículos de imprensa do Partido, como o Diário Causa Operária (maior veículo de imprensa da esquerda brasileira na internet), o Jornal Causa Operária (jornal de tiragem regular mais antigo da esquerda brasileira), além de diversas publicações, como livros, revistas, panfletos e jornais dos comitês de luta editados e impressos pelo PCO.

A existência de uma imprensa operária e regular, independente da burguesia e dos governos burgueses, é fator primordial para a construção de um partido revolucionário e de massas. Apenas com uma imprensa atuante e independente será possível vencer a impiedosa propaganda capitalista.

A falta de veículos de imprensa regulares dos partidos deixa estes expostos a todo tipo de falcatruas e mentiras perpetradas pela imprensa burguesa. E nesta imprensa não é possível confiar, por mais que faça-se de democrática, pois, afinal, é mais do que sabido que “quem paga a banda escolhe a música”. Um exemplo disto é a maior produtora de mentiras e fake news do Brasil, a Rede Globo, que manobra a opinião pública, através do seu monopólio, a serviço da burguesia.

Para o lançamento do sinal 24 horas da COTV foi feito um evento na sede do PCO, no Centro Cultural Benjamin Perét (CCBP), em São Paulo. Companheiros importantes da COTV, que ajudaram o canal a crescer e se tornar o que é hoje, fizeram importantes falas.

Companheiro Isaias fez, em uma das suas primeiras falas, uma introdução sobre a COTV e sua trajetória. Ele começa: “…a TV (COTV) foi fundada em 2008 e, desde o início, ela teve como missão, aí, se tornar um canal com uma programação 24 horas…”; e conclui o argumento: “…esse projeto inicial está prestes a ser concluído…”

Em seguida, o companheiro Henrique Áreas falou sobre o papel do PCO e de sua imprensa na defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Foram reprisados dois momentos da Análise Política da Semana, onde o companheiro Rui Costa Pimenta convoca todos a irem a Curitiba denunciar as arbitrariedades cometidas pelos golpistas. Também foram reprisados momento da Análise em 2013, quando o companheiro Rui já previa o golpe de 2016, e as falas dos companheiros Antônio Carlos e Rui em Curitiba, durante atos em favor da libertação de Lula.

Após a fala de Henrique Áreas, o companheiro João Pimenta fez uma análise da história da COTV tanto da perspectiva quantitativa quanto qualitativa. Foi destacado o aumento vertiginoso no número de horas semanais de conteúdo, que se deu após a prisão do presidente Lula, onde o canal passou 5 horas semanais para mais de 80 horas em dois anos. João Pimenta salientou o papel importante dos companheiros que fazem a COTV, tirando horas da sua semana para estudar sobre os temas e apresentar os programas. O companheiro terminou sua fala fazendo o anúncio público do lançamento do sinal 24 horas da COTV, o que foi considerado, pelo menos, um “salto no desconhecido”. De fato, o sinal 24 horas é um plano ousado e inovador, mas que os companheiros do Partido se mostraram à altura.

A última fala foi do companheiro Rui Costa Pimenta. O presidente do PCO destacou que vários partidos, no Brasil, recebem milhões do aparato estatal, mas “não conseguem realizar obras desta envergadura”, referindo-se ao lançamento do sinal 24 horas da COTV. Foi lembrado da necessidade da construção de um aparelho de imprensa partidário, em contrapartida à dependência dos partidos da esquerda à imprensa burguesa, como exemplificado no caso do PT, em que muitos de seus quadros consideravam a Folha de São Paulo como seu órgão oficial de imprensa.

“A luta política dos explorados, a luta política do povo, necessita de uma imprensa partidária. Não basta ter uma imprensa genérica. A imprensa genérica publica notícias, debate temas, dá voz a determinadas pessoas e tudo mais. A imprensa partidária, não. A imprensa partidária, ela leva adianta uma luta política sistemática, contínua. Sem essa luta política sistemática, não há como fazer com que a classe trabalhadora e o povo brasileiro adquiram consciência das suas tarefas de transformação da sociedade na qual eles vivem. É impossível. Não se pode fazer isso com um jornal genérico. É preciso ter uma atividade que seja uma campanha política permanente. E é isto que estamos fazendo aqui”

– Rui Costa Pimenta

Companheiro Rui fez uma análise do cenário pós-golpe de 2016, onde criticou a política passiva de setores da esquerda frente ao golpe, os militares e a extrema-direita. Rui afirmou que a existência de uma imprensa partidária da esquerda poderia modificar as consequências do golpe, pois o PT, um partido com milhões de filiados, foi engolido pela imprensa capitalista.

O lançamento do sinal 24 horas COTV é um acontecimento único na esquerda brasileira. Trata-se de um feito hercúleo, realizado por militantes operários, sem financiamento de capitalistas, e com o entendimento claro de que a situação de opressão, a qual é submetida a classe trabalhadora, só poderá ser superada com a existência de uma imprensa operária e independente.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas