Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Dados do desemprego no País demonstram o impacto negativo na criação de vagas que a “reforma trabalhista” do golpe causou na economia. Informações do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgadas na sexta-feira (26) dão conta do fechamento de 20,8 mil postos de trabalho no acumulado dos últimos 12 meses.

Além disso, aumentou o número de contratações para trabalho sem hora fixa. Foram 5.641 contratações nessa modalidade de trabalho intermitente aumentando a miséria e o esmagamento da classe trabalhadora em todo o país.

Os dados do desemprego no país do golpe indicam que a economia vai de mal a pior, com a destruição de vagas na indústria da transformação e na construção civil e o aumento de postos precários. Especialmente comércio, serviços e agropecuária com uma pequena recuperação que sinaliza apenas a devastação econômica e um impulso mínimo relacionado às contratações de fim de ano.

O golpe visa à destruição da economia nacional e das condições de vida dos brasileiros. Os resultados da política econômica golpista (por mais que disfarçadamente apresentados como algo positivo pela imprensa) mostram a degeneração das condições da economia e dos trabalhadores brasileiros.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas