Novo primeiro-ministro da Itália governará em coalizão com a extrema-direita

Newly appointed Italy Prime Minister Giuseppe Conte arrives to speak with media after the consultation with the Italian President Sergio Mattarella at the Quirinal Palace in Rome

Após acordo entre os partidos Movimento 5 Estrelas (M5E) e a extrema-direita, Liga, o presidente italiano Sergio Mattarella confirmou nesta quarta-feira (23) Giuseppe Conte como primeiro-ministro do país. Conte foi apresentado nesta segunda-feira (21) como candidato a premiê, líder do Executivo.

Em 28 dezembro de 2017, o presidente Sergio Mattarella dissolveu o Parlamento, convocando novas eleições para 4 de março de 2018. Esse decreto assinado por ele também estabeleceu em 23 de março a eleição dos presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado. Em seu tradicional discurso de final de ano, em 31 de dezembro, Mattarella pediu aos partidos que apresentassem propostas “realistas e concretas”, bem como expressou seu desejo por uma alta participação dos eleitores. Porém, abriu-se um impasse na composição do governo e desde então se aprofundou até chegar à coalizão com a extrema-direita fascista.

O acordo com um partido de extrema-direita, ao estilo de Mussolini, mas que hoje ainda é minoria, pode levá-los de manobra em manobra a dominar o Parlamento.