Novo ministro da educação é seguidor de Olavo de Carvalho: direita declara aos professores

Ricardo-Vélez-Rodríguez

O golpista Jair Bolsonaro anunciou quem será o próximo ministro da educação durante seu governo. O escolhido pela extrema-direita golpista é Ricardo Velez Rodrigues. Rodrigues é colombiano, ou seja de um país que têm sob seu comando um governo direitista, serviçal dos interesses norte-americanos. O governo colombiano é um dos principais articuladores na América do Sul da invasão da Venezuela à serviço do imperialismo.

Ricardo Velez tem em seu currículo a amizade com o guru da direita reacionária, Olavo de Carvalho. Velez segue à risca a política de estabelecer a censura e a perseguição aos professores, por meio da chamada Escola Sem Partido.

O ministro da educação golpista de Bolsonaro já declarou ser contra a ideologia nas escolas, o que para ele se constitui uma ameaça aos valores tradicionais da sociedade. Uma forma de aumentar os ataques à liberdade de expressão em todo país. Ricardo Velez também já se colocou favoravel ao golpe militar de 1964.

Essa indicação apenas revela o fato de que o governo Bolsonaro terá uma política de ataque direito aos direitos da população, sendo os professores um dos principais alvos. Os golpistas querem impor a Escola Sem Partido ainda esse ano, o ministro da educação de extrema-direita de Bolsonaro reforça esse ataque. É necessário mobilizar desde já os educadores de todo o país contra a perseguição nas escolas, o Escola Sem Partido e, mais ainda, pela imediata derrubada do governo Bolsonaro; pelo Fora Bolsonaro e pela Liberdade do Lula!