Siga o DCO nas redes sociais

Edição nº 1.092
Novo Causa Operária: contra privatizações e demissões, Fora Bolsonaro!
O JCO desta semana trata de diversos temas fundamentais da política nacional e internacional. Desde as declarações nazistas na pasta da cultura até a milicia popular na Bolívia.
Sem título
Edição nº 1.092
Novo Causa Operária: contra privatizações e demissões, Fora Bolsonaro!
O JCO desta semana trata de diversos temas fundamentais da política nacional e internacional. Desde as declarações nazistas na pasta da cultura até a milicia popular na Bolívia.
Edição nº 1.092 do Jornal Causa Operária.
Sem título
Edição nº 1.092 do Jornal Causa Operária.

O Jornal Causa Operária desta semana esta novamente nas ruas de todo país. Através dos militantes do Partido da Causa Operária, o JCO acompanha todas as atividades do partido, sobretudo nos atos públicos e nos mutirões, esses realizados semanalmente aos domingos, em todas as cidades onde o partido tem representações.

O JCO é a mais importante ferramenta de divulgação do programa do partido junto a uma ampla discussão dos problemas nacionais e internacionais, trazendo toda semana notícias importantes para o dia a dia do trabalhador, com uma perspectiva em sua defesa e contrário a imprensa monopolista burguesa.

Nesta semana, o Causa Operária irá tratar de diversos assuntos fundamentais para o momento em que vivemos. Com o ataque do governo Bolsonaro a classe operária, milhões já se encontram desempregados, e a esquerda necessita com isso levantar uma política real de combate à direita e de solução para os trabalhadores. Porém, a situação tende ainda mais a piorar com a tentativa de privatização dos Correios, em que mais de 40 mil pessoas serão demitidas caso a empresa seja entregue aos grandes capitalistas.

Dessa forma, dezenas de milhares de famílias serão jogadas no olho da rua, aumentando ainda mais a crise social que vivemos.

Contudo, junto a este ataque a crise no governo Bolsonaro só se aprofunda. Recentemente, o então secretário especial da cultura, o fascista Roberto Alvim, foi demitido do cargo após expressar, deixando de lado quaisquer fachadas, uma citação direta à famosa política cultural nazista.

O secretário demitido nada mais expressou que a opinião oficial do governo, da qual até o momento havia sido ao máximo velada por seus representantes e a imprensa golpista.

Além disso, a situação internacional acompanha a crise geral do capitalismo. No Oriente Médio, a crise envolvendo os iranianos, Iraque e EUA vem dado sinais de um conflito que, mesmo apaziguado temporariamente, tende a se desenvolver no próximo período.

Os iranianos estão sendo novamente pressionados pelo imperialismo para abandonar seu programa nuclear, algo legítimo e total direito do povo iraniano onde tais armas são uma peça fundamental da defesa do país frente aos ataques do imperialismo.

Outro ponto a ser tratado pelo JCO desta semana será as declarações do ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, quem após ver os resultados gerados pelo golpe militar que está impondo no país uma verdadeira ditadura fascista, veio a público declarar que para governar contra o imperialismo necessitamos de milicias populares, do povo armado, assim como na Venezuela para garantir a sustentação de um governo de esquerda.

Sendo assim, não perca mais uma edição do jornal da luta contra o golpe, contra o fascismo e em defesa da classe operária, adquira o seu nesta semana junto aos militantes do PCO.