Novo atentado contra os negros: policial alveja mulher grávida com cinco tiros no Texas
black_lives_matter
Novo atentado contra os negros: policial alveja mulher grávida com cinco tiros no Texas
black_lives_matter

Na noite de segunda feira (13) em um conjunto habitacional de Baytown (subúrbio de Houston, nos EUA, Pamela Turner, mulher negra de 45 anos, foi morta com 5 tiros por um policial.

Um vídeo gravado mostra que Pamela resistia a uma tentativa de prisão e ouve-se também ela gritando que estava grávida. Porém a polícia do Texas afirmou que ela não estava grávida. Apesar dos resultados da autópsia não terem sido divulgados, o tenente Steve Dorris da polícia de Baytown não quis explicar como a polícia sabia que a mulher não estava grávida.

A justificativa da polícia sobre o ocorrido foi a de que o policial só atirou na mulher porque ela usou sua própria arma choque contra o policial numa situação de confronto. O departamento de polícia, não divulgou o nome do policial mas disse que ele é um veterano de 11 anos e que tinha um mandado de prisão para Pamela.

Detetives estão tentando encontrar a testemunha que filmou o assassinato de Turner. Na filmagem é possível ouvir Turner dizer: “Você está me assediando” e “Estou apenas indo para minha casa”. Momentos depois a mulher está no chão e o oficial dispara cinco tiros. É preciso ser denunciado que isso é projeto de extermínio da população negra e pobre norte-americana. Segundo relatório da ONU a taxa de assassinatos de negros nos Estados Unidos é oito vezes maior do que a de brancos.