Siga o DCO nas redes sociais

Novo ataque da direção golpista do Banco do Brasil aos trabalhadores
Novo ataque da direção golpista do Banco do Brasil aos trabalhadores

Uma nova investida da direção do Banco do Brasil retira a gratificação de mais 700 caixas executivos da empresa.

Dando continuidade à política da direita golpista à frente da direção do Banco do Brasil em relação à reestruturação por qual passa o banco, depois de fechar centenas de agências, demitir milhares de trabalhadores, descomissionar centenas de trabalhadores, transferências compulsórias de funcionários para outras localidades, devido ao fechamento de postos de trabalho, a direção do banco a cada dia vem aprofundando os ataques aos trabalhadores e a instituição Banco do Brasil com vista a sua privatização.

Agora o ataque se deu com o anúncio da retirada da gratificação de mais de 700 caixas executivos em todo o país com previsão de eliminação no total, até o momento, de 1200 caixas. Com isso, além de prejudicar ainda mais os clientes (não para de chover denúncias, aos órgãos competentes, falta de atendimento, agências lotadas, falta de caixa etc), os funcionários terão os seus salários reduzidos em mais de R$ 1.200 reais.

Mais essa medida da direita golpista de ataque aos trabalhadores diz respeito ao propósito da reestruturação em andamento no Banco do Brasil como parte da política de privatizações do patrimônio do povo brasileiro. É a mesma situação por qual vem passando todas as empresas estatais que sobraram do famigerado governo de FHC (PSDB). Petrobrás, Eletrobrás, Embraer, Casa da Moeda, Caixa Econômica Federal, os bancos estaduais e de desenvolvimento, etc., todas elas estão na mira dos golpistas para entregar para os capitalistas em crise.

Somente a mobilização com um plano de lutas dos bancários do BB de toda a categoria com os demais trabalhadores, que tenha como palavra central a derrubada do golpe, pode barrar a ofensiva dos golpistas que tem como fundamento um vigoroso ataque às já precárias condições de vida das massas para beneficiar um punhado de parasitas capitalistas.