Nos EUA, professores vestem vermelho e vão à greve

West-Virginia-08

A crise capitalista mundial escondida pela imprensa burguesa brasileira, se mostra mais uma vez nos EUA, greves de professores começaram a pipocar, como há cerca de um mês atrás por professores da Virgínia Ocidental devido ao arrocho salárial.

Agora os professores do Estado norte-americano de Oklahoma paralisaram suas atividades nesta segunda-feira e se juntaram a uma onda de mobilizações de professores de vários estados norte americanos que exigem aumento de salários e financiamento para um sistema educacional que sofre as consequências de uma década de cortes orçamentários.

As mobilizações também se polarizam nos Estados Unidos, a greve dos professores de Oklahoma ocorreu no mesmo dia em que professores do Kentucky vestiram-se com camisetas vermelhas e ocuparam as ruas da capital estadual exigindo garantias das aposentadorias. Os educadores afirmam que anos de austeridade orçamentária em muitos Estados levaram a uma estagnação dos salários já baixos.

Entonando a canção “We’re Not Gonna Take It” (Não Aceitaremos) e portando cartazes, dezenas de ônibus repletos de professores vindos de todo o Estado chegavam ao Capitólio estadual.