No TSE é assim: candidatos com menos de 5% são aprovados enquanto Lula é ameaçado de ser tirado das eleições

Presidential candidate Cabo Daciolo of Patriots holds the Bible during a television debate at the Rede TV studio in Osasco

As eleicões de 2018 estão sendo armadas para que a direita realize a maior fraude das últimas décadas. O maior líder popular do país, Luiz Inácio Lula da Silva, está sendo ameaçado de ter sua candidatura cassada. Enquanto isso, uma leva inteira de candidatos artificiais, corruptos e impopulares tiveram suas candidaturas aprovadas pelo TSE.

Dentre os candidatos aprovados pelo TSE, a maioria sequer consegue chegar a 10% nas pesquisas de intenção de voto. É o caso de políticos como Geraldo Alckmin, do PSDB , e o abutre Guilherme Boulos, do PSOL.

A aprovação de candidaturas de brinquedo e de candidaturas impopulares chama ainda mais atenção quando levado em conta os índices de Lula nas pesquisas. Com cerca de 40% até mesmo nas pesquisas encomendadas pela direita, Lula é o único candidato real das eleições e, ao mesmo tempo, o único cuja candidatura não foi aprovada em definitivo.

Nenhuma eleição que desperdice o voto da maioria da população e aprove apenas candidatos inofensivos para o Regime Político pode ser levada a sério. Por isso, é necessário que os trabalhadores de todo o país se mobilizem e conquistem, na marra, a liberdade de Lula e sua participação nas eleições. Lula ou nada!