Repressão Policial
Dois taxistas foram mortos pela PM nesse final de semana em comunidades do Rio de Janeiro, um no Complexo do Chapadão e o outro na favela do Borel
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
whatsapp-image-2020-05-31-at-15.27.43
Familiares velam o corpo de Diego da Silva Linhares | Reprodução: Arquivo pessoal

A Polícia Militar assassinou dois taxistas no Rio de Janeiro, nesse final de semana. Os dois estavam trabalhando quando foram baleados por policiais.

No sábado, Matheus Oliveira levou um tiro na cabeça por parte da polícia, segundo informações de moradores que presenciaram a cena, que aconteceu na favela do Borel.

Já no domingo, Diego da Silva Linhares foi morto enquanto trabalhava perto de sua casa, no Complexo do Chapadão. Ele estava deixando um cliente, quando recebeu um tiro nas costas. Era aniversário de 2 anos de sua filha.

As mortes dos dois, junto da morte do menino João Pedro, resultaram em manifestações em frente ao Palácio da Guanabara nesse domingo. As manifestações lembravam também a morte de George Floyd, em Minnesota, nos EUA, que gerou uma onda de protestos no país. É preciso intensificar os protestos, exigir o fim da PM e o Fora Bolsonaro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas