Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Neste domingo, vai ao ar mais uma edição do programa semanal “TV mulheres“, apresentado pela companheira Perci Marrara.  Esse é um programa do Coletivo de Mulheres Rosa Luxemburgo em parceria com o Partido da Causa Operária (PCO). O programa vai ao ar logo após a coluna do companheiro João André que fala sobre cinema.
O programa TV Mulheres, é dedicado a discutir as questões da mulher no Brasil e no mundo, analisando seus problemas sob a ótica marxista. O programa semanal também comenta sobre os principais acontecimentos da semana, salientando qual é seu impacto no dia-a-dia das mulheres trabalhadoras em geral.
Diante disso, o programa já discutiu diversas questões presentes na sociedade que são pouco ou nada citados pela mídia burguesa. Um desses problemas é a questão do encarceramento de mulheres grávidas, a luta sobre o direito da mulher perante o seu próprio corpo (fato correlato a legalização do aborto, por exemplo), dentre outros temas atuais e relevantes para qualquer mulher Brasileira hoje.
Neste programa, Maria Rosa Lombardi falará um pouco sobre a divisão sexual do trabalho. Ela é graduada em Ciências Sociais pela PUC de São Paulo (1971), mestre e doutora em Educação pela UNICAMP(1999 e 2005) e tem estágio doutoral em Relações de gênero e trabalho no CNRS/GERS, Paris (2003). Concluiu pós-doutorado no IFCH/UNICAMP em 2010 e, hoje, trabalha como pesquisadora na Fundação Carlos Chagas, onde desenvolve investigações na área da Sociologia do trabalho, com ênfase em Estudos de Gênero sobre as temáticas: mercado de trabalho, divisão sexual do trabalho, profissões científicas e tecnológicas, engenharia,arquitetura e construção civil, feminização de profissões masculinas, Forças Armadas.
Ouvir quem sabe muito sobre o tema é de fundamental importância para entender qual deve ser a posição mais acertada da mulher trabalhadora sobre decisões políticas como o movimento de “equiparação de tempo contribuição de trabalho” para atingir a aposentadoria num país onde a jornada de exploração dupla da mulher, enorme índice de subemprego feminino, além de menores salários para categorias equivalentes às masculinas, ainda são uma realidade.
Não perca a oportunidade de assistir ao programa ao vivo, e aproveite para mandar seus comentários e questionamentos pelo chat do programa na COTV do youtube. Esperamos por você lá!
Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas