No Foro de São Paulo, Maduro denuncia prisão de Lula e golpismo imperialista no continente

MADURO

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, em discurso no Foro de São Paulo, em Havana (Cuba), enviou toda sua solidariedade ao ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que é preso político há 100 dias pela operação golpista da Lava Jato.

Os poucos países da América Latina que ainda estão sob governos nacionalistas de esquerda demonstraram todo seu apoio a Lula, os representantes da Venezuela, Cuba, Bolívia e El Salvador, além dos representantes brasileiros, dentre eles a presidente do PT, Gleise Hoffman e Dilma Roussef representaram os verdadeiros interesses do povo brasileiro.

Para derrubar os governos fantoches colocados a força pelo imperialismo na América Latina é preciso um esforço de conscientização e mobilização de todos os povos, fazendo ver a todos os oprimidos que nada de bom pode se esperar da direita.

Segue o vídeo da Fala de Maduro: