Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
BBVsODP
|

Da redação – Cerca de 800 pessoas participaram de um ato político-cultural que se realizou em Brasília, no domingo, dia 31 de março, no espaço conhecido como “Eixão do Lazer”, em repúdio às comemorações, por parte da extrema direita fascista, dos 55 anos do golpe militar de 1964.

O ato-manifestação foi chamado pela CUT, partidos e entidades, cujos representantes se revezaram nas intervenções denunciando as atrocidades da ditadura militar instalada no país com o golpe perpetrado pelos militares fascistas.

O Partido da Causa Operária esteve presente ao ato, com faixas, bandeiras e outros materiais de propaganda. O representante do PCO, em sua intervenção, salientou que a exaltação ao golpe militar de 64, por parte do presidente golpista e fraudulento Bolsonaro é, na verdade, não uma referência ao passado, mas uma ameaça concreta dos militares para o momento presente, onde a ameaça de golpe militar volta a rondar o país. A palavra de ordem do PCO, “Fora Bolsonaro” e “Liberdade para Lula” ecoou por toda a manifestação, durante a passeata que se seguiu ao ato.

Os militantes do PCO realizaram um intenso trabalho de agitação e propaganda com os materiais e o jornal do partido, realizando a vendagem do principal órgão da imprensa partidária e conversando com os manifestantes ali presentes sobre a importância e a necessidade da mobilização para enfrentar as ameaças de golpe por parte da extrema direita. Também foram feitas várias inscrições para o curso “O Que é o Fascismo e como Combatê-lo”. Houve um grande interesse em participar dessa atividade de formação teórica.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas