Pandemia se agrava
Cemitérios de Niterói não dão conta do número de mortos pela covid-19 no município
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
***FOTO EMBARGADA PARA INTERNET/OUT CAPA DIÁRIO DE SP***
SÃO PAULO, SP, 02.11.2015: DIA-FINADOS - Movimentação no Cemitério da Vila Formosa, na zona leste de São Paulo, nesta segunda-feira (2), Dia de Finados. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
Cemitério | Rivaldo Gomes/Folhapress

O município de Niterói (RJ) teve, esta semana, o maior número de óbitos pelo covid-19 em três meses, ocasionando filas nos cemitérios para conseguir enterrar os corpos. Foram 17 vítimas entre os dias 11 e 17 deste mês.

Um agente funerário da cidade declarou em entrevista:

“Estamos com fila para atender devido ao grande número de sepultamentos. São, no mínimo, dois dias de espera para conseguirmos enterrar um corpo”

De acordo com o último levantamento, o número de leitos ocupados na rede privada de saúde atingiu os 72% da capacidade (236 quartos ocupados), enquanto nas UTI’s o número aumenta para 86% (231 leitos).

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas