Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

“Não é porque um Juiz decidiu que é legal”, com essa frase, Rui Costa Pimenta convocou a população a ir às ruas para impedir a prisão de Lula em entrevista à TV 247.

Um dos aspectos do golpe é justamente a transformação de uma enorme ilegalidade em algo legal e legítimo. Isso acontece porque a burguesia, mais precisamente a direita pró-imperialista, tem o controle de todas as instituições do Estado. Para dar o golpe, a burguesia, que controle o poder Judiciário, a polícia e em última instância todas as instituições estatais, cria uma série de artificialidades jurídicas de maneira a dar uma aparência legal e jurídica a uma enorme arbitrariedade.

A Constituição, que embora seja um produto da relação de forças entre as classes sociais, é essencialmente um instrumento da própria burguesia, mesmo essa Constituição está sendo rasgada pelos golpistas. O que está escrito ali, que deveria ser a última palavra, é interpretado pelos Juízes como se eles fossem verdadeiros enviados de Deus que podem decidir o destino das pessoas.

Na realidade, o que esses juízes estão fazendo, como o Mussolini de Maringá, Sérgio Moro, os desembargadores e os ministros do STF, é um crime contra todo o povo. São criminosos de Toga que se aproveitam de sua posição para cometer todos esses crimes.

É por isso que o povo não deve respeitar nenhuma decisão desses criminosos. Não é porque um Juiz decidiu alguma coisa que o povo é obrigado a aceitar. É preciso sair às ruas e impedir a prisão de Lula na marra. A mobilização radicalizada é a única linguagem que esses criminosos de toga entendem.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas