Por que defendemos Neymar?
O Na Zona do Agrião recebeu Ciro Hamen do canal “O Brasil que deu certo” para discutir a abordagem da imprensa burguesa sobre o futebol brasileiro e claro, sobre o craque Neymar.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Na-Zona-do-agrião2
Na Zona do Agrião, o único programa da esquerda marxista sobre essa paixão nacional, o futebol. | Foto: Reprodução.

A abordagem do PCO em relação ao futebol chama muito a atenção em meio ao silêncio da esquerda sobre o assunto. Como patrimônio cultural brasileiro e atividade econômica que movimenta bilhões de dólares ao redor do mundo, o futebol não pode ser ignorado por aqui.

Ontem, Na Zona do Agrião recebeu Ciro Hamen, do canal “O Brasil que deu certo”, depois da grande repercussão do vídeo “As 5 maiores defesas que o PCO já fez do Neymar”. No vídeo foram elencados 5 momentos em que o Diário Causa Operária manifestou seu repúdio às investidas dos monopólios da imprensa contra o jogador brasileiro.

O programa começou mostrando algumas reações nas redes sociais ao vídeo, como por exemplo “Saí daqui direto pra TV da causa operária para assistir “Na Zona do Agrião”. Obrigado pela indicação, Ciro!” e “Eu fico abismado o quanto eu, mesmo sendo um conservador, concordo com o PCO em várias coisas kkkkk”.

Ciro relatou que são frequentes as reações de surpresa por internautas que descobrem de repente que ele é de esquerda, tendo em vista que aborda algumas questões que são desprezadas pela maioria da esquerda. Criticou ainda a “esquerda lacradora”, que vive apenas em busca de “likes” nas redes sociais, restringindo sua ação mais recentemente à tal “cultura do cancelamento”.

O apresentador Henrique Árias destacou que a defesa de Neymar pelo PCO se baseia em princípios políticos, pois o ataque do imperialismo ao craque brasileiro não guarda nenhuma relação com suas posições políticas. Em meio às disputas econômicas no mercado bilionário do futebol, desvalorizar o melhor jogador do mundo na atualidade serve para desvalorizar o futebol brasileiro em geral, principalmente em relação ao futebol europeu.

Edson Dorta, transmitindo direto de uma ocupação de trabalhadores dos Correios em Indaiatuba, ressaltou que a qualidade técnica de Neymar é deixada de lado para dar maior destaque a problemas extra-campo.

Comentando sobre sua foto com o craque, Ciro citou seu encontro com Neymar enquanto dirigia o documentário em curta-metragem “Meninos da Fila”, que abordou a longa fase sem a conquista de títulos pelo Santos até a conquista do Brasileirão de 2002. O documentário foi premiado em um festival que reuniu vários filmes sobre o clube.

Dorta abordou também a onda de técnicos estrangeiros no Brasil que ocorreu após a campanha na Copa do Mundo de 2014, destacando a sequência dos técnicos estrangeiros no Flamengo. O santista Ciro falou sobre o trabalho do argentino Sampaoli no alvinegro praiano, que avaliou positivamente. Destacou, no entanto, que após sua saída o Santos procurou outro técnico estrangeiro, que não teve rendimento no mesmo nível.

Como abordamos recorrentemente, a insistência na busca de técnicos fora do Brasil faz parte de uma campanha de desvalorização dos profissionais brasileiros. O multicampeão Vanderlei Luxemburgo foi lembrado pelos participantes como um caso de grande treinador que é frequentemente desvalorizado pela imprensa burguesa nacional.

Um dos momentos destacados por Ciro no vídeo recente, o ataque do presidente do PSOL a Neymar em 2019, foi lembrado pelos participantes. Um episódio lamentável, tanto pela caracterização arbitrária de Neymar como bolsonarista como pela descontextualização das falas do jogador.

Chama muito a atenção, partidos que em geral ignoram completamente a existência do futebol chegarem de sola no principal jogador da seleção, jogando água no moinho da imprensa burguesa, que em qualquer oportunidade procura atacar o futebol brasileiro em seu conjunto. Fica explícito o distanciamento da esquerda “bem pensante” da realidade do povo brasileiro.

Se você não assistiu ao vivo, acompanhe aqui o Na Zona do Agrião com a participação de Ciro Hamen do canal “O Brasil que deu certo”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas