Menu da Rede

Embargo genocida de Cuba impede até a entrada de doações

Ato de luta

Neste 1º de Maio, enfrentar a direita na avenida Paulista

A direita só pode ser derrotada nas ruas, com a mobilização dos trabalhadores

Ato de 1º de Maio no Anhangabaú em São Paulo – Arquivo

Publicidade

No 1º de Maio de 2015, portanto aproximadamente um ano antes do golpe que derrubou o governo eleito de Dilma Rousseff, o companheiro Rui Costa Pimenta, presidente do PCO, no ato político organizado pela CUT, que ocorreu no Vale do Anhangabaú, em São Paulo, afirmou: “não podemos aceitar que a direita seja dona das ruas! É nas ruas que a direita pode ser derrotada”.

Tal afirmação foi feita no momento em que a direita estava no auge de sua campanha golpista contra o governo do PT. Os partidos da direita tradicional (os chamados “civilizados” de hoje) e a imprensa capitalista faziam uma campanha de mentiras e calúnias e abria o portão do canil, chamando a escória da sociedade brasileira a sair na rua pelo impeachment de Dilma.

Seis anos depois, algo muito perigoso acontece: setores da extrema-direita estão convocando uma manifestação no 1º de Maio na avenida Paulista, em São Paulo. Não é à toa que isso acontece no momento de maior paralisia da esquerda e das organizações populares.

Como em 2015, mais do que nunca é importante tomar as ruas. É uma ameaça muito grande para todos os trabalhadores do País que essa direita fascista utilize as ruas para levar adiante sua política de ataques contra o povo. Mais importante ainda porque se trata do 1º de Maio, uma data de luta do povo trabalhador e de todos os oprimidos do mundo.

Aproveitando-se da paralisia da esquerda, a extrema-direita faz demagogia numa data que é um dia para se lembrar dos mártires da luta dos trabalhadores. Uma data que é da esquerda, dos que defendem os interesses da classe operária.

Por isso, o PCO está convocando um ato nacional de 1º de Maio na avenida Paulista, com caravanas vindas de vários lugares do País. Um ato que rompa a paralisia da esquerda pequeno-burguesa e levante, por de uma mobilização nas ruas, o programa em defesa dos trabalhadores e dos oprimidos. Um programa que, além das reivindicações imediatas, que deem conta dos gravíssimos problemas enfrentados pela catástrofe sanitária e econômica do País, também levanta as principais palavras de ordem históricas dos trabalhadores.

O PCO convida os militantes e as organizações populares e da esquerda a se somarem a essa iniciativa. É preciso tomar as ruas, as ruas são da esquerda, as ruas são dos trabalhadores e do povo.

Por isso, os atos que a extrema-direita, inimiga dos trabalhadores, está convocando precisam ser respondidos à altura. Como disse Rui Costa Pimenta em seu Twitter: “A direita bolsonarista convoca ato de 1º de Maio para a av. Paulista no mesmo horário do ato operário. Vamos ver essa provocação sem fazer nada? Vamos em ‘live’ com FHC, Doria e outros canalhas sentados em casa. Todos à Paulista em defesa da vida do povo e contra toda a burguesia”.

São dois atos chamados pela direita na Paulista, um de manhã e outro a tarde. Do mesmo jeito que dissemos em 2015 que era necessário impedir a direita de ocupar as ruas, hoje dizemos claramente que é preciso tomar a iniciativa e ocupar a avenida Paulista, em defesa dos interesses dos trabalhadores. É preciso romper a paralisia e lutar contra todos os golpistas, inimigos dos trabalhadores.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

NA COTV

Às ruas por fora Bolsonaro, emprego e contra as privatizações - Análise Sindical (Reprise)

49 Visualizações 43 minutos Atrás

Watch Now

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.