Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
|

Nesta terça-feira, às 19h, vai ao ar o Tição, Programa de Preto, que vai debater a questão dos quilombolas e a importância dessas organizações para a luta geral do povo negro brasileiro.

Para este debate, foram convidados Cyda Baú, atriz, mineira, radicada em São Paulo desde 2004. Cyda é formada em Artes Cênicas na Escola de Teatro Martins Pena, do Rio de Janeiro e atualmente graduanda em Letras na Universidade Anhembi Morumbi.

Além de Cyda, o programa contará com a presença de Max Muratório, que integrou a Cia. Trair e Coçar de Atillío Riccó. Ele foi Fundador da ONG CAAC – Centro de Artes Alternativas e Cidadania, atuou junto com Dirce Thomaz na Cia. os Invasores (grupo de atores negros) . Atualmente é co-fundador do selo PRETOBLACK, e na Cia Um Brasil de Teatro, realiza pesquisas etnográficas sobre a negritude e populações indígenas. É curador de exposições fotográficas como a “Reciclos” e “Memorial Luiz Gama”.

Não percam esse programa, que é apresentado pelos companheiros Juliano Lopes e Patrício Salgado, do Coletivo de Negros João Cândido, do Partido da Causa Operária. Acompanhe, às 19h desta terça-feira, mais um Tição – Programa de Preto, mais uma iniciativa da Causa Operária TV.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas