Nesta semana trabalhadores dos Correios convocam assembleia para organizar greve

GREVE DE TRABALHADORES DOS CORREIOS NO RIO DE JANEIRO

Desde o dia 19 de junho de 2018, a direção golpista da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) está se reunindo com representantes dos trabalhadores dos Correios para definir o novo acordo coletivo de trabalho dos Correios para o ano de 2018/2019.

Os trabalhadores dos Correios, organizados pela Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios) pedem um reajuste de 8%, uma miséria, já que após a traição desses sindicalistas da Fentect, ligados ao Bando dos Quatro (PT, PCdoB, PSTU e diretoria do Sintect-MG – LPS) no último acordo salarial que impôs uma mensalidade no plano de saúde, aumentou o custo de vida do trabalhadores ecetistas em mais de 10% de seu salário.

O fato dos sindicalistas do Bando dos Quatro, já entrar pedindo um reajuste miserável nos salários, já coloca toda a categoria na defendiva e por consequência alimenta a vontade da direção da ECT de impor novos ataques a categoria, com retirada de vários direitos.

De forma burocrática, os sindicalistas do Bando dos Quatro marcaram um indicativo de greve para o dia 18 de julho, e estão convocando assembleias no dia 05 desse mês para aprovar o estado de greve, que aconteceria no dia 19 de julho.

Pareceria um boa, se fosse organizado realmente para mobilizar a categoria, no entanto, não existe mobilização nas bases, apenas terrorismo do Bando dos Quatro, dizendo que se os trabalhadores não participar, o golpe será vitorioso.

É necessário levar o debate do golpe de estado no Brasil, dentro dos Correios e reagrupar todos aqueles que quer lutar contra os golpistas, mas ainda não encontraram uma política para encaminhar essa luta. É necessário a formação de comitês de luta contra o golpe nos Correios, pois a ECT é uma das vitimas que os golpistas no Brasil pretendem entregar para o capital estrangeiro.