Siga o DCO nas redes sociais

Extrema-direita alemã
Neonazistas nas Forças Armadas da Alemanha
Um oficial da KSK alemã é investigado por fazer saudações nazistas, o que demonstra mais uma vez a infiltração da extrema direita nos órgãos de repressão e seu eventual crescimento
1542938543_kskalemanha01
Extrema-direita alemã
Neonazistas nas Forças Armadas da Alemanha
Um oficial da KSK alemã é investigado por fazer saudações nazistas, o que demonstra mais uma vez a infiltração da extrema direita nos órgãos de repressão e seu eventual crescimento
Exército alemão
1542938543_kskalemanha01
Exército alemão

Com o crescimento da extrema-direita na Alemanha, casos de indivíduos declaradamente neonazistas vêm à tona. É o caso de um oficial do exército alemão pertencente ao Comando de Forças Especiais (KSK) – unidade que cuida de tarefas como sequestros – que fez algumas saudações nazistas. O caso vem sendo investigado e o oficial deve ser afastado.

O exército alemão tem recorrentes casos de possuir membros neonazistas em seu interior, principalmente entre os paraquedistas e e na base Franz Joseph Strauss, em Altenstadt. É comum que a extrema direita cresça dentro dos órgãos de repressão à população, já que o combate à população se confunde com a própria tarefa desses órgãos.

A extrema direita alemã vem crescendo, inclusive com grandes resultados eleitorais com o partido Alternativa para a Alemanha (Alternative für Deutschland, AfD), acompanhando aquilo que acontece no restante da Europa e também no resto do mundo. Tudo isso indica uma crise no sistema político atual, com a burguesia optando para um regime de força que acabe com os órgãos democráticos da classe trabalhadora. É necessário intensificar a luta contra a extrema direita para que ela não seja vitoriosa e não coloque em risco uma grande parcela da população mundial.

Caso tenha interesse em saber como lutar contra o fascismo, fique atento à próxima Universidade de Férias do Partido da Causa Operária (PCO) e da Aliança da Juventude Revolucionária (AJR) que acontecerá no mês de janeiro. O tema da próxima Universidade de Férias será justamente a segunda parte do curso “Fascismo, o que é e como combate-lo”, que ocorreu no início do ano. Caso tenha perdido a primeira parte do curso, você pode ter acesso a seu conteúdo na página da COTV.