Infância
Imperialismo mata crianças brasileiras
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
12779131923_18873225ba_o
A política imperialista tem submetido os filhos da classe oprimida a violência e miséria | Eduardo n. Fortes

A ONG Visão Mundial divulgou dados de um estudo que denúncia a existência de mais de 70 mil crianças vivendo em situação de rua no Brasil em 2019. Os dados apontam que só em São Paulo mais de 1.800 crianças estão desabrigadas, sendo mais de 900 somente na região central da cidade. A ONG que atua no atendimento a crianças vulneráveis a mais de dez anos realizou uma pesquisa com mais 500 crianças e jovens entre 3 e 17 anos, avaliando a situação de bem estar, alimentação, abuso, trabalho infantil, situação de drogadição, atos infracionais, além da situação familiar, como renda e empregabilidade. Os resultados apontam metade das crianças que tiveram direitos violados.

Os números são assustadores, 19% dos entrevistados dormem com fome, 37% já sofreram algum tipo de violência, 70% sofrem abuso em casa e 12% trabalham. Lembrando que os dados se referem ao ano passado, na atual realidade de 2020, com o agravo da crise social devido a pandemia a tendência de piora é inegável.

A situação das crianças brasileiras é de extrema violência, é preciso que se diga que crianças por si só não são capazes de se cuidar, precisam de estímulos ambientes adequados para que se desenvolvam de forma saudável, precisam da devida interação social e de condições de vida adequadas, como um lar seguro, alimentação adequada, propostas educativas mediadas por uma escola, acompanhamento médico e uma ampla gama de vivências enriquecedoras.

O que nosso  país tem promovido nesse sentido é o empobrecimento gigantesco da classe trabalhadora, esvaziando a possibilidade que suas crianças tenham a base adequada que uma família deveria proporcionar. A atual situação da classe trabalhadora brasileira é de trabalho precário, desemprego, fome e risco de contaminação alto. O golpe de estado no país vem promovendo a miséria e embrutecimento, levando as crianças a essa situação.

A grande expansão da política neoliberal irá aprofundar essa situação desoladora.  O Brasil vem realizando, desde o golpe de 2016, toda a receita dada pelo imperialismo mundial, que se encontra numa crise sem precedentes e precisa manter seus lucros, saqueando os países mais pobres, jogando a conta de toda a crise nas costas da população com a desindustrialização, precarização do trabalho e desemprego.

As tentativas de todas as forças políticas do jogo institucional e parlamentar de manter o regime político podre que ai está impossibilitam resolver questões como a violência contra as crianças, isso exigiria recursos e melhoria nas condições de vida do povo, coisas que o imperialismo não cogita fazer de forma alguma. Será preciso força do lado dos trabalhadores para enfrentar os capitalistas, força organizada com vistas a mobilizar a população para garantir suas condições de vida e proteger suas crianças. Não ganhando eleições, que mais que já foi provado nada resolve, mas sim derrubando definitivamente o governo Bolsonaro, e não dando lugar a outros golpistas, e sim colocando o poder nas mãos da classe oprimida.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas