Siga o DCO nas redes sociais

Negros recebem, em média, R$ 900 a menos que brancos
agenciabrasil180812mca_14
agenciabrasil180812mca_14

Lançado pelo Ministério Público do Trabalho, com apoio da Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Observatório da Diversidade e da Igualdade de Oportunidade apontou que a diferença entre média salarial entre homens brancos e negros chega a R$ 900.

As informações baseiam-se em dados oficiais da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) de 2017, a mais atual.

O Observatório mostra também a diferença entre homens e mulheres: segundo o relatório, a média salarial de homens empregados no setor formal no País é de R$ 3,2 mil por mês, ao passo que as mulheres recebem, em média, R$ 2,7 mil. A diferença é maior ainda para mulheres negras, que ganham quase metade do que ganham os homens brancos.

A crise sempre chega mais forte e antes para os setores mais oprimidos: este relatório mostra as consequências da política neoliberal para os negros e mulheres, que tem como objetivo colocar na miséria toda a classe trabalhadora.

Contra a política de fome da direita, é necessário lutar pelo fim do governo capacho do neoliberalismo norte-americano de Jair Bolsonaro e a liberdade de Lula, alternativa contra a direita golpista.